terça-feira, 3 de novembro de 2015

Caretos são os reis do Carnaval transmontano

nullOs tradicionais Caretos são os reis do Carnaval transmontano durante um fim de semana prolongado, em que o colorido dos ruidosos e endiabrados mascarados garante a folia em localidades como Macedo de Cavaleiros e Bragança.
Os Caretos de Podence, em Macedo de Cavaleiros, são os mais emblemáticos desta quadra e prometem quatro dias, entre sábado e terça-feira, "de muita folia, muitas chocalhadas e, sobretudo festa identitária".
O Entrudo Chocalheiro reclama o estatuto do "Carnaval mais genuíno de Portugal" e há vários anos que a animação que encerra as festas de inverno no Nordeste Transmontano, atrai forasteiros de vários pontos de Portugal e da vizinha Espanha.
O município local dá tolerância de ponto no dia de Carnaval, mas a folia começa antes, no sábado, com a promessa de da autarquia e da Associação dos Caretos de Podence de que "a tradição ainda é o que era".

Em Macedo de Cavaleiros, comemora-se o Carnaval de uma forma muito singular, numa festa de origens ancestrais, marcadas pelas cores garridas dos Caretos, pelas suas máscaras artesanais, as frenéticas correrias e as habituais chocalhadas nas ancas das raparigas ou senhoras, num ritual ligado à fertilidade, com origens que se perdem no tempo.
O programa arranca no sábado com o desfile noturno pelas ruas da cidade de Macedo de Cavaleiros, em que quase duas dezenas de grupos locais participantes centram-se na temática dos Caretos de Podence, numa homenagem aos embaixadores da cultura transmontana.
O desfile finaliza com a "Queima do Entrudo" no Jardim 1.º de Maio, em frente aos Paços do Concelho, e a "Queimada", bebida para aquecer os espíritos foliões.
No Domingo Gordo, segunda-feira e terça de Carnaval, a festa centra-se na aldeia de Podence, num programa com música, atividades de natureza e fotografia, desfile de marafonas, muitos Caretos e chocalhadas.
O final é marcado pela "Queima do grande e maligno Entrudo".
A organização dá mais uma vez a oportunidade aos visitantes de vivenciarem a experiência dos caretos, disponibilizando os farfalhudos e coloridos fatos e as máscaras.
Para animar a festa, durante os quatro dias, 13 restaurantes do concelho vão servir as iguarias gastronómicas da região no Festival Gastronómico do Grelo.
Por Bragança, o Carnaval é também dos Caretos, sem tolerância de ponto, e com um programa intercalado, em que dia sim, dia não a animação sai à rua, numa iniciativa da autarquia local, Academia Ibérica da Máscara e algumas escolas da cidade.
Para sábado está marcado um desfile de grupos de Caretos de Portugal e Espanha e escolas do concelho pelas ruas da zona histórica da cidade.

O desfile termina com a "queima do diabo", um boneco de grandes dimensões que é queimado na praça Cavaleiro de Ferreira.
Na noite de segunda-feira, há "Carnaval jovem", no pavilhão do Clube Académico de Bragança, e na quarta-feira de cinzas percorrem as ruas da zona histórica o "Diabo, Morte e Censura", um ritual tradicional desta zona do Nordeste Transmontano.

Fonte:  http://www.sapo.pt/noticias/caretos-sao-os-reis-do-carnaval-transmontano_54db82e2b5e54b8d7a379555

Reedição de posts desde o início do blogue 

Sem comentários:

Enviar um comentário