sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Parque Arqueológico de Foz Côa

 Como se vivia há 25 mil anos?
O Renato Duarte foi até Vila Nova de Foz Côa perceber porque é que há 20 anos uma das grandes obras públicas portuguesas foi interrompida para preservar a memória do paleolítico.
No Parque Arqueológico de Foz Côa, onde se encontra o Museu do Côa, o nosso repórter visitou o maior conjunto de gravuras rupestres ao ar livre do mundo. O arqueólogo António Martinho Batista guiou esta visita ao local que é património da humanidade, consagrado pela UNESCO.


Fonte: rr.sapo.pt/artigo/39371/como_se_vivia_ha_25_mil_anos

Sem comentários:

Enviar um comentário