sábado, 21 de novembro de 2015

Bragança - Autarca assegura que acabou o problema da água

O presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, assegurou que acabou o problema da água em Bragança e que estão afastados novos cenários de ameaça de rutura no abastecimento como aconteceu nos últimos anos.
O presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, assegurou hoje que acabou o problema da água em Bragança e que estão afastados novos cenários de ameaça de rutura no abastecimento como aconteceu nos últimos anos.
O autarca adiantou à Lusa que as reservas de água estão repostas e só não foram ainda reforçadas porque a nova barragem de Veiguinhas se encontra em fase de testes, o que impede o seu enchimento.
Com o aumento da capacidade de armazenamento, o presidente da Câmara garante que “não haverá mais problemas ao nível do abastecimento de água à cidade de Bragança”, até porque foi “por essa razão também se construiu a (nova) barragem”.
“Significa que aquilo que foi a preocupação durante muitos anos felizmente, nesta altura, está resolvida e isso permitir-nos – á andar muito à vontade naquilo que tem a ver com o abastecimento de água às populações durante o período de verão”, afirmou.
Ainda neste verão o autarca escreveu uma carta aos munícipes a dar conta dos problemas com as reservas de água, a pedir contenção nos consumos e a anunciar medidas de poupança como a suspensão de regas de espaços públicos.
A cidade de Bragança tem vivido nos últimos anos com a ameaça de rutura no abastecimento, especialmente em períodos de seca, mas também por falta de capacidade de armazenamento.
A segunda barragem projetada há mais de 30 anos, a de Veiguinhas, está agora construída depois de ultrapassar vários chumbos ambientais por se localizar no Parque Natural de Montesinho.
O autarca explicou à Lusa que a barragem da Serra Serrada, a única que tem assegurado o abastecimento, está cheia depois das chuvas de outono.
Já Veiguinhas tinha a possibilidade de ter mais água, mas isso não acontece por se encontrar em fase de testes para verificação do comportamento da barragem em termos de segurança.
Esta barragem está com 38% da capacidade e permanecerá assim durante dois meses, em que, segundo o autarca, “o nível de água oscilará em cerca de um metro, para que aquilo que tem a ver com os níveis de segurança sejam devidamente avaliados e depois mais tarde, deixar-se-á encher”.

Fonte: http://observador.pt/2015/11/19/autarca-assegura-que-acabou-o-problema-da-agua-em-braganca/

Sem comentários:

Enviar um comentário