segunda-feira, 13 de junho de 2016

Torre de Moncorvo "NOTAS EMITIDAS PELA CÂMARA"


Aos meus amigos de Moncorvo  solicito a vossa ajuda para tentar fazer o enquadramento histórico desta cédula fiduciaria , pelo valor deve ser de 1922, mas não consigo identificar o então presidente da câmara bem como o tesoureiro nem saber se a emissão foi autorizada pela casa da moeda a cédula é minha e gostava de completar a mesma com enquadramento histórico , agradeço a vossa ajuda.
Já agora o que representa o desenho lado direito a esquerda temos a nossa igreja mas a direita ? breve historia das cédulas fiduciarias na sua terceira emissão logo após a crise do fim da guerra de 1914-1918 cédulas que aparecem então são de valores muito mais baixos, na sua maioria de 1 a 5 centavos e com menos representatividade de 1/2 centavos a 10 centavos, sendo que as de 20 centavos e, excepcionalmente, as de de valores superiores, só apareceram após a grande inflacção de 1922. Mas até então, as cédulas passaram a ser emitidas por um grande número de Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Associações Comerciais e outras instituições, com a particularidade de essas emissões terem sido deliberadas à revelia do Governo, já que não se conhece qualquer referência a legislação que a autorizasse, sendo, muito pelo contrário e à luz da legislação precedente, consideradas proibidas as emissões que não fossem as da Casa da Moeda.


Pedro Castro
https://www.facebook.com/pedro.castro.7737

Postado a 13/6/13

1 comentário:

  1. Boa Tarde!

    O Presidente da câmara que assina essa nota é João Carlos de Noronha que depois também foi Presidente da câmara de Vila Flor.

    http://www.dodouropress.pt/index.asp?idedicao=66&idseccao=566&id=3447&action=noticia

    Tomás Neves

    ResponderEliminar