quinta-feira, 4 de agosto de 2016

DISTRITO DE BRAGANÇA - EFEMÉRIDES (04/08)

Nota de editor: Após quatro dias de ausência actualizamos hoje o blog com as efemérides em atraso.
04.08.1895 – Notas do jornal O Moncorvense:
- Adriano Galo foi há 25 anos para o Brasil. Regressou agora. A Filarmónica foi esperá-lo às Aveleiras.


- Álvaro de Mendonça e a câmara de Bragança deliberaram aposentar o chefe da secretaria com a aposentação de 300 mil réis / ano, o que corresponde a 25 anos de serviço. Mas ele só tinha 8 anos… incompletos! O Ministério pediu contas e a oposição…- Em vila Flor o dr. António de Azevedo, médico, tomou a liderança do partido regenerador local.
04.08.1906Júlio Henrique de Seixas e Henrique Júlio de Seixas, sobrinhos e testamenteiros de Francisco António Meireles dão notícia de ter enviado “um manto e um vestido de seda bordado e uma coroa de ouro, no valor de 800 mil réis” para a Nª Sª da Assunção e em simultâneo prontificam-se a pagar “a nova imagem da padroeira que se está fazendo no Porto, fazendo dela doação a esta vila” de Moncorvo. Aliás, uma das cláusulas do testamento de Francisco António Meireles dizia exactamente o seguinte: - Quero também que os meus testamenteiros mandem fazer um manto e vestido de seda e um resplendor ou coroa de prata ou ouro para ser oferecida a Nª Sª da Assunção da freguesia da vila de Moncorvo, oferenda que lhe faço como agradecimento e gratidão pela protecção bem remarcável que sempre me dispensou em todos os actos da minha vida. Desejo que seja coisa digna de quem recebe a oferenda, mas o seu custo não excederá um conto de réis”.
E se lhes disser que este homem, que acreditava na “protecção bem remarcável” de Nossa Senhora, era maçon?
António Júlio Andrade

2 comentários:

  1. No fundo,no fundo, todos queremos/necessitamos de acreditar no divino.

    ResponderEliminar
  2. 800 mil réis são hoje 2€.Foi assim que aprendi o que era a inflação.Não me serve para nada.Faço o euromilhões e voto na figueira da torre.

    ResponderEliminar