quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Património imaterial do Nordeste Transmontano candidatado à UNESCO

O património imaterial do Nordeste Transmontano e da zona raiana espanhola, onde sobressaem as festas de Inverno dos Rapazes e os caretos, vai ser estudado e registado para integrar candidatura à UNESCO.
O trabalho de levantamento e registo está a cargo da Comunidade Intermunicipal (CIM) Terras de Trás-os-Montes e conta com a colaboração da Direcção de Regional de Cultura do Norte.
“Trata-se de um projecto interessante que pretende fazer o levantamento e registo dos rituais ligados ao solstício de inverno na região de fronteira, em que terá ainda a participação de entidades de Castela, em Espanha”, diz à Renascença o presidente da CIM, Américo Pereira.
O responsável sublinha que esta é uma “forma de preservar e valorizar as manifestações culturais da região” e, nesse sentido, serão estudadas todas as “lendas, tradições, mitologias que dão origem a várias obras imateriais” das aldeias e das vilas da região da raia nordestina.

O trabalho de levantamento e registo das tradições transmontanas e raianas já começou e vai prolongar-se durante um ano.

Fonte:
http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=30&did=179483

Sem comentários:

Enviar um comentário