terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Mirandela - Visita de Humberto Delgado



Nota: Para abrir a página(ampliar as fotos), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação.


Reedição de posts desde o início do blogue
 

2 comentários:

  1. A foto deve ser velhinha de 54 anitos.E nem sei como os herdeiros de João Alves não se deixaram ludibriar pela PIDE. Sim esta policia politica salazarista com técnicas apreendidas com os americanos da CIA não necessitava de se aperfeiçoar muito para basculhar a vida de um povo, pois tinha desde logo às suas ordens uma ampla rede de funcionários e de bufos que vendiam informações por dez réis de mel coado.Tais meios passavam pelos vizinhos, chefes dos correios e autarcas do antigamente e dos próprios presos politicos afectos aos comunistas que sob ameaças e repressão bruta eram incapazes de manter no Aljube e noutras cadeias o segredo de " não falo". A fotografia da campanha de Delgado ainda permitiu a este dizer no Chave D´Ouro: " Obviamente demito -o". Mas antes de o demitir Salazar foi -lhe tratando do destino.É sabido que foi morto em Vila Nueva del Fresno perto de Badajoz.Foi a PIDE que o matou e também a sua secretária brasileiraArajaryr Campos.A partir de 13 de fevereiro daquele ano de 1965 nunca mais foi visto..Depois entram em acção as autoridades espanholas que contactam as portuguesas pois têm um problema bicudo entre mãos. Mário Soares também entrar em acção enquanto advogado da familia.E Thierno Galvan célebre advogado de Madrid auxilia muito Mário Soares...O governo português inicia um chorrilho de mentiras afim de culpar a oposição e oas amigos do General.Os elementos da PIDE apenas foram julgados pelo crime hediondo após o 25 de Abril de 1974.Segundo a sentença de 27 de julho de 1981, O PIDE Casimiro Monteiro foi condenado à revelia a 19 anos e oito meses de cadeia po ter sido culpado do crime. Também outro PIDE Agostinho Barbieri Cardoso foi condenado à revelia a 4 anos de prisão. sendo que àlvaro Pereira de Carvalho foi absolvido. O famoso PIDE Rosa Casaco de Abrantes que os militares de Abril largaram por alturas de Famalicão depois do 25 de Abril,fugindo por Trás -os-montes para Madrid também foi condenado à revelia por seis crimes de falsificação de documentos relacionados com a morte de Uumberto Delgado. Outros PIDEs como Thienza e Ernesto Lopes Ramos também terão tido as suas culpas..Mas quem sabe muito disto é O José Pedro Castanheira que chegou a fotografar o Rosa Casaco na Praça do comércio e junto da Torre de Belém sem que os serviços secretos portugueses da Democracia soubessem ou pelo menos fizessem alguma coisa para permitir tal desvario e afronta. ...Mas quem sabe muito disto é o nosso Rogério Rodrigues e o Pacheco Pereira.

    ResponderEliminar
  2. João Alves deixou muitas saudades em todos os seus amigos. Foi uma pessoa carismática de Mirandela,profissional e artista como já não há, com quem passei alguns, infelizmente não muitos, bons momentos de confraternização.
    E ele foi a inspiração para a "receita para emagrecer" . . .
    Eu conto.
    Ainda no antigo Centro de Saúde, junto à Praça do Mercado, o Sr João apareceu um dia para eu lhe dar a receita para emagrecer prometida anteriormente num torneio gastronómico em que fui convidado; no meio daqueles entendidos na matéria (vinhos e petiscos, tudo do bom ...) eles eram os olímpicos e eu era amador.
    Entrou no consultório animado pela ideia do comprimido miraculoso.
    Eu fiz render o peixe, os comprimidos eram excelentes e os resultados uma maravilha! Ah! e não faziam mal ao estômago. Garantido.
    A expectativa crescia.
    Havia, no entanto, um problema. Só havia em frascos com 1000 comprimidos.
    "Como é que se tomam?", perguntou.
    "Não são para tomar", respondi.
    "É para tirar a tampa do frasco, espalhar os comprimidos pelo chão de toda a casa e depois apanhar UM-A-UM para dentro do frasco, três vezes por dia.
    Levantou-se, olhou fixamente para mim e antes de sair disse:
    "Vá-se f.d.r você e a receita".
    E desapareceu no corredor estreito por entre os doentes que aguardavam consulta.
    Não voltou a pedir-me comprimidos para emagrecer.
    Ficámos mais amigos.
    F. Garcia
    Mirandela

    ResponderEliminar