quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

TORRE DE MONCORVO - LEAL JÚNIOR

António Bernardo de Morais nasceu em Moncorvo, em 8.06.1836. Faleceu em Lisboa em Maio de 1899. Era filho do padre António Bernardo de Morais Leal que foi doutor em Direito e em Teologia, para além de ser um ilustre advogado em Moncorvo. Conseguiu obter, em 1861, luz verde de D. Pedro V para que o protegesse na frequência da Universidade de Coimbra. Escreveu: Uma página Académica (1864), c/368 pgs. Esse livro mereceu lhe larga crítica na imprensa da época: O Mosquito, Gazeta lisbonenese, O Espectador Imparcial, etc. No prólogo desse livro, em 16 páginas, alude o autor à protecção que, em hora menos boa, da sua vida, encontrou em Alexandre Herculano. De facto em 1863 A. Herculano escreveu uma carta ao Ministro da Marinha, da época, José da Silva Mendes Leal, pedindo protecção para "o portador, um rapaz de Trásos Montes que me viu e se lembrou de mim... ". O Abade de Baçal, no Tomo VII das Memórias, p. transcreve essa carta que também é mencionada por Inocêncio F. da Silva, no seu dicionário Bibliográfico tomo VIII, p. 104.

In volume do Dicionário dos mais ilustres Trasmontanos e Alto Durienses,
coordenado por Barroso da Fonte.

1 comentário:

  1. Mais um ilustre, filho de padre.O padre, foi feliz na terra,absolvido no céu e Moncorvo ganhou mais uma figura importante ,protegida por Alexandre Herculano.A fotografia tirada pelo padre Guerra tem a data de 1894,Leal J. faleceu em 1899.Haverá fotos deste escritor?

    ResponderEliminar