quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

FELGAR (1890)


Notícia publicada no jornal brasileiro "Campeão Lusitano".
Arthur Pires no blogue:
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/03/torre-de-moncorvo-felgar-1928.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/01/torre-de-moncorvo-efemerides-1101.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/02/torre-de-moncorvo-convite.html



Reedição de posts desde o início do blogue
 

2 comentários:

  1. - Artur Adriano Pires nasceu na freguesia de Felgar e passou alguns anos por Coimbra, matriculado em direito na universidade. Nunca chegou a concluir o curso, para desgosto de seu tio, o comendador Pires que, em terras brasileiras amealhou grossos cabedais e no Felgar fez construir uma imponente moradia. Trindade Coelho, em In illo tempore, no quadro do Saraiva das forças, retratou-o do seguinte modo: - O Cara Fatal, um caloirão como umas casas, com grandes prosápias de valentão e que, de um coice que apanhara em pequeno, tinha na cara um costurão enorme que lha arregoava de alto a baixo. Artur Pires foi presidente da câmara e administrador do concelho de Moncorvo mas o seu nome ficou mais ligado ao jornal Alma Trasmontana.
    In:"HISTÓRIA POLÍTICA DE TORRE DE MONCORVO 1890 - 1926" de António Júlio Andrade,Âncora Editora

    ResponderEliminar
  2. "Artur Pires foi presidente da câmara e administrador do concelho de Moncorvo"
    Não estarão a confundir com António Pires, da Quinta do Pelameiro - Urros?

    ResponderEliminar