quarta-feira, 17 de junho de 2015

TORRE DE MONCORVO - EMBAIXATRIZES







                                                                            

Júlia Barros Ribeiro (Biló)e Adília(Lila) Fernandes , duas ilustres moncorvenses, embaixatrizes da  Cultura da nossa terra.Como participante do programa “Contornos da Palavra –Literatura de Viagens”,foram proferidas pela  drª.Júlia várias palestras pelas escolas de Viana do Castelo, de 26 a 30 de Abril.
A drªAdília ,na foto da direita,no momento em que recebeu o Prémio Literário A. Lopes de Oliveira/Câmara Municipal de Fafe – Estudos Histórico-Sociais de Âmbito Local ou Regional, edição relativa aos anos de 2009 e 2010, pelo seu livro "O Lugar Feminino no Liceu Sá de Miranda" (1930-1947).

Reedição de posts desde o início do blogue

11 comentários:

  1. Parabéns às duas "embaixatrizes" moncorvenses e votos do maior sucesso que,sendo delas,também é nosso,com orgulho.

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar
  2. Afinal a gente destas bandas dá cartas por aí. Têm talento. Têm simpatia. E, sobretudo, gostam do que fazem. Este é o segredo. Parabéns. arnaldo

    ResponderEliminar
  3. Venho a estes comentários poucas vezes, mas hoje não posso deixar passar em branco.Primeiro:quero dar os parabéns à Dr.ª Adília pelo trabalho desenvolvido e pelo prémio recebido. Segundo: quero deixar um abraço forte, cheio de ternura e admiração, para a Dr.ª Júlia Ribeiro que tive o prazer de conhecer há bem pouco tempo.
    :-)

    ResponderEliminar
  4. Para conhecimento de todos os Moncorvenses e sem qualquer intenção politica, aqui ficam dados preocupantes.

    http://downloads.sol.pt/pdf/Concelho&Desemprego.pdf (Maio 2010)

    http://www.otoc.pt/fotos/editor2/anuario2008.pdf (pág. 132) Ano 2008

    Certamente que os dados actuais serão mais negativos.

    ResponderEliminar
  5. Será que o último comentário se refere ao post de José Albergaria?

    ResponderEliminar
  6. Então a Tininha, a Carina, a Isabel... e outras não merecem o título de embaixatrizes?

    ResponderEliminar
  7. Caríssimo Anónimo:

    Claro que sim , que merecem. Por ex. a Isabel, que tão extraordinariamente nos representa no país e lá fora!
    Sei pouco da Tininha e da Carina; mas dá para entender que têm grande mérito.
    Quanto à Lila,( a quem - aproveitando o momento - dou os meus parabéns), o destaque deve-se ao facto de ter recebido um merecidíssimo prémio pelo seu labor, pelo seu árduo trabalho, de formiguinha, que é o difícil trabalho do investigador.
    Quanto a mim, que sou apenas uma contadora de histórias e nada mais, não há destaque nenhum. No que me diz respeito, o que mais pesa é o estatuto da idade. Não sabem que eu podia ser mãe da Tininha, da Carina e da Isabel?

    Caro Anónimo, gostaria muito mais de falar consigo utilizando o seu nome. Mas, mesmo não o sabendo, aqui lhe deixo um abraço.

    Júlia Ribeiro

    ResponderEliminar
  8. Presto a minha homenagem às outras 4 "embaixatrizes" e a todos os que, de alguma modo, promovem o nome da nossa terra e da sua cultura. E são muitos!

    ResponderEliminar
  9. E a drª Ilda Fernandes,autora da monografia de Moncorvo.

    ResponderEliminar
  10. Já que estão falando de mulheres de Moncorvo que têm livros publicados e obra feita, não posso esquecer-me de Maria Gentil, de Mós, vereadora na câmara de Mirandela, ou de Olímpia Candeias, vereadora na câmara de Carrazeda. E penso que devem acrescentar outros nomes que conheçam, pois assim se juntam materiais que podem ser úteis na promoção de eventos e de encontros culturais e ajudarão mais tarde a fazer a história das letras da nossa terra. J. Andrade

    ResponderEliminar
  11. De certo é culpa minha o não conhecer todas as mulheres de Moncorvo e de outros concelhos vizinhos que têm obra feita e livros publicados. Mas estou totalmente com o António Júlio Andrade :
    porque não um primeiro Encontro Cultural, onde pudessem estar todas reunidas? Seria um ponto de partida...

    Júlia Ribeiro

    ResponderEliminar