segunda-feira, 22 de junho de 2015

ADRIANO VASCO RODRIGUES - ESCAPARATE (XXII)

 

Reedição de posts desde o início do blogue
















Click nas imagens para aumentar.
Paginação elaborada por Luís Teixeira.

3 comentários:

  1. Clube De História Valpaços: Empolgante a apresentação desta obra, por dois motivos: 1. A reconhecida competência historiográficas, desde há uns bons pares de décadas, que tive o prazer de conhecer pessoalmente através de um sobrinho seu, meu velho amigo José Rabaça, n...a vila de Mêda - de onde é natural Adriano Vasco Rodrigues; 2. A interessante informação sinóptica da obra que destaca a referência do túmulo de uma das personagens míticas transmontanas que tem fascinados os nossos leitores - José do Tellhado, a par do também mítico José Brandão. Enfim, um achado este, para mim, graças ao Escaparate de "Farrapos de Memória. Mais uma vez, Obrigado Lelo Demoncorvo.

    ResponderEliminar
  2. OPS! Por José Brandão pretendia dizer João Brandão.

    ResponderEliminar
  3. É com o maior agrado que estou a ler as memórias de Angola do Profssor Vasco Rodrigues.Embora tivesse vivido lá na mesma época( e também na mesma cidade - Luanda) que o Professor,não o conheci pessoalmente.Contudo,foram inúmeras as vezes em que ouvi falar dele,com admiração,muitos elogios e imenso respeito.Os sítios,as situações que descreve,o vocabulário próprio dos nativos -tudo são boas recordações que me fazem sorrir com saudade.

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar