quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Recordando Carlos Girão

Do livro de poesias "Relógio de Bolso", de Carlos Girão
Publicado em 10/10/2010
Nota: Para abrir a página(ampliar o texto ), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação



Reedição de posts desde o início do blogue

3 comentários:

  1. É sem sombra de dúvida o melhor poema sobre a nossa praça.

    ResponderEliminar
  2. Carlos Girão tinha uma voz fantástica e foi um grande locutor. Ainda na clandestina Rádio Roboredo do meu compadre Norberto Moreira, e depois na RTM que lhe sucudeu, era um prazer escutá-lo. E tinha um sentido irónico muito fino, um espírito crítico muito apurado, como pode ver-se das crónicas que escreveu no jornal Terra Quente. E a sua alma de poeta ficou bem expressa do livro citado e em muitas outras poesias que ele tinha em pastas, além das que publicou em outros sítios. Que a terra te seja leve, amigo! J. Andrade

    ResponderEliminar