sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Nordeste Transmontano -Efemérides (13/01)

Santa Comba da Vilariça
13.01.1677 – Acta da reunião da câmara de Moncorvo:
- (…) veio Bento da Mota, procurador desta câmara na obra do Convento e requereu que, porquanto Belchior Júlio Gomes, o moço, António Domingues e Miguel Barreto, todos do lugar do Larinho, estando obrigados por um assinado a trazer às portas do Convento quantidade de telha para a dita obra, para o que já haviam recebido dinheiro à conta e não tinham trazido toda a telha e estava uma casa desta obra por cobrir, no que se arriscam sãs madeiras e paredes dela, mandaram que o alcaide desta vila viesse cá logo ao dito lugar buscar os ditos, presos à cadeia desta vila até com efeito satisfazerem o que estão devendo e se pagará por si o caminho e custas por conta dos ditos devedores.
13.01.1838 – Moradores de Santa Comba da Vilariça e de Assares fazem exposições ao governo para serem desanexados do concelho de Alfândega da Fé e integrados no de Vila Flor. Outros moradores tinham feito petições em contrário.
13.01.1898 – Restauração dos concelhos de Freixo de Espada à Cinta e Alfândega da Fé, que haviam sido extintos pelo governo anterior.
13.01.1917 – Ofício do administrador de Moncorvo para o gov. civil:
- Comunico a Vª Exª que a batata e castanha tomada violentamente pela população no dia 9 do corrente mês e retirada pela mesma do caminho de ferro, foi vendida pelo empregado da câmara, Abel Augusto Roque ao mesmo povo, cujo produto foi entregue para ser remetido aos respectivos donos, visto o chefe da estação dos caminhos de ferro desta vila, a quem o remeti, mo haver devolvido. Quando cheguei ao local, já a população tinha tomado conta de tal remessa e consenti depois na sua venda, em vista do clamor do povo para evitar alteração da ordem pública, que se conseguiu manter deste modo. No dia 10 do mesmo mês a mesma população tomou conta duma remessa de figos e nozes que o cidadão Abílio Margarido Pires, deste vila, acabou de despachar, e não fiz repor essa remessa na estação por o referido sr. Abílio Margarido Pires me haver autorizado a que fosse vendida ao povo, o que efectivamente fiz, sendo logo entregue o produto da venda de que passou recibo…
António Júlio Andrade

Reedição de posts desde o início do blogue

Sem comentários:

Enviar um comentário