quinta-feira, 1 de setembro de 2016

"Recordar António Monteiro Cardoso" - 8 de setembro de 2016 em Freixo de Espada à Cinta

Ponte de Tormes em Salamanca

Dia 8 de setembro Freixo de Espada à Cinta homenageia António Monteiro Cardoso.  Os freixenistas lembram o autor e investigador nascido em Freixo, terra que evocou no livro “As Boas Fadas Que Te Fadem”. 

Venha e participe!

António Monteiro Cardoso nasceu em Freixo de Espada à Cinta em 1950. Estudou em Lisboa, onde se licenciou em Direito em 1974. Em 1971, publicou o livro Da Liberdade de Imprensa com Alberto Arons de Carvalho. A par da sua actividade como jurista, dedica-se à investigação histórica, tendo publicado em 1981 A Guerrilha do Remexido, juntamente com António do Canto Machado. Colabora regularmente em diversas revistas com artigos sobre temas de história de Trás-os-Montes. 

 “Não se pode descrever o olhar de espanto dos dois jovens fugitivos, quando, atravessada a ponte sobre o Tormes, que corria mansamente debaixo dos arcos, avistaram por fim a famosa cidade que só de ouvir falar conheciam e se lhes afigurava como empório grandioso, superior ao que alguma vez haviam imaginado.
Como não lhes convinha serem notados, passaram furtivos perto da catedral, subindo atrás do estanqueiro que os conduzia à pressa para fora das ruas mais movimentadas, próximas da velha universidade, que faz a cidade tão celebrada.
Por isso, apenas de relance admiraram a delicada ornamentação do portal da Universidade, com lavores de pedra tão finos que parecem obra de <<plateros>>, nome que naquele reino dão aos artesãos da prata.
Chegados ao cimo da rua, deparou-se-lhes o colégio dos padres da Companhia, chamado de Espírito Santo, em frente do qual avistaram surpresos um soberbo palácio com a fachada inteiramente ornada por conchas de pedra, em lembrança do apóstolo São Tiago”.


As Boas Fadas Que Te Fadem - Capítulo XXV, página 151

http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2016/08/freixo-de-espada-cinta-homenageia.html

Sem comentários:

Enviar um comentário