quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Torre de Moncorvo - Peixe do rio Sabor

Foto de Luís Pereira
VEJA O VIDEO DA SIC:
 
https://www.facebook.com/pages/SIC-BRAGAN%C3%87A/131961653543109

1 comentário:

  1. Centenas de pessoas no Festival das Migas e do Peixe do Rio

    » Foz do Sabor foi palco de mais um festival gastronómico, desta vez ao som das bandas filarmónicas locais » Visitantes não poupam elogios ao local e aos pratos típicos
    Foram muitos os que este fim-de-semana rumaram ao Festival das Migas e do Peixe do Rio em Torre de Moncorvo, onde este ano houve mais restaurantes do concelho a servir pratos típicos.
    O presidente da Associação de Comerciantes e Industriais do Concelho de Moncorvo, Dinis Cordeiro, não tem dúvidas que este ano o festival ganhou dimensão e diz que são muitas as iguarias que os visitantes puderam degustar.
    “Este ano houve mais restaurantes que quiseram aderir e então tivemos que alargar. A ideia foi que também alguns restaurantes da vila de Torre de Moncorvo, e não só na Foz do Sabor, servissem pratos de peixe do rio”, explica o dirigente. “Estamos a falar das migas de peixe, do peixe frito, peixe de escabeche, o peixe cozido que entra bem nas migas. Normalmente este peixe é pescado pelos pescadores da Foz do Sabor”, salienta Dinis Cordeiro.
    A par da gastronomia, os visitantes também puderam desfrutar da zona de lazer na Foz do Sabor, dando uns mergulhos se refrescar das temperaturas altas que se fizeram sentir nos dois dias.
    “A ideia é que haja uma concentração de pessoas da região e de fora da região. Temos a praia da Foz do Sabor, com barcos e divertimentos. As pessoas podem passear e conhecer a região”, realça o presidente da ACIM.
    A animação do festival decorreu na Praia Fluvial, onde se destacou a Noite de Fados eo artista Ruizinho de Penacova
    .
    Encontro de Bandas

    A fechar o certame decorreu anteontem o Encontro de Bandas Filarmónicas do Douro Superior, onde estiveram os agrupamentos de Freixo de Espada à Cinta e a Banda Filarmónica de Carviçais.
    O palco foi instalado na Praia Fluvial, proporcionando à assistência música clássica pintada com as paisagens do Nordeste Transmontano. Maria Teresa veio de Alfândega da Fé ao Festival das Migas e do Peixe do Rio e aproveitou para ver o concerto. “Viemos de propósito para comer as migas de peixe, que adoramos. Agora aproveitamos o bom tempo e viemos para a beira-rio e estamos a gostar muito deste concerto”, relata a visitante.
    A abertura do espetáculo esteve a cargo da Banda Filarmónica de Freixo de Espada a Cinta. Os 35 elementos da banda começaram com uma obra clássica sinfónica que foi do agrado os visitantes e os banhistas.
    A Banda Filarmónica de Carviçais tocou a seguir, formada por 40 elementos, na sua maioria muito jovens, que não ficaram atrás da primeira e brindaram a assistência com variadíssimos temas.
    Um concerto que deliciou os banhistas e visitantes, pelo cenário idílico em que o palco estava instalado.
    http://www.jornalnordeste.com/noticia.asp?idEdicao=481&id=19012&idSeccao=4291&Action=noticia#.Ue76zdK1GHY

    ResponderEliminar