sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Memória da médica LURDES GIRÃO vai ser perpetuada em busto (26/11/2011)

Angariação de fundos vai decorrer nos próximos três domingos
Os amigos da Associação para a Saúde e Bem-Estar “O Leme” vão promover, nos três próximos domingos, em Torre de Moncorvo, uma venda de Natal. A iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal e com a colaboração dos agrupamentos de escolas e dos escuteiros locais, destina-se a angariar fundos para custear a compra de um busto da fundadora daquela instituição, a médica Lurdes Girão, falecida no dia 16 de Novembro do ano passado, bem como as obras que é necessário fazer na sede do Agrupamento de Escuteiros daquela vila. Sob o lema “Aquilo que não precisa, nós precisamos, porque há alguém que precisa”, pretende-se angariar o maior número possível de objectos que as pessoas já não precisem para posteriormente serem postos à venda “a preços simbólicos”. Os objectos poderão ser entregues na sede da Associação para a Saúde e Bem-Estar “O Leme”, sita na Biblioteca Municipal, ou na escola secundária local. As pessoas que não tenham objectos para doar, poderão ainda participar na iniciativa, adquirindo aquilo que lhes fizer falta.
A Associação para a Saúde e Bem-Estar “O Leme” foi fundada há cerca de seis anos pela médica Lurdes Girão para dar apoio aos doentes do concelho de Torre de Moncorvo que padecem de cancro. A criação da associação terá sido inspirada pelo facto da médica ter contraído, na altura, aquela doença. O objectivo da fundadora era manter as pessoas, na sua situação, informadas acerca das incidências que cada caso suscita. Isso era conseguido através de reuniões temporárias que serviam para reflectir e tirar conclusões sobre as experiências vividas, contadas por cada doente de cancro.

Por: João Branco
no Semanário Transmontano

Reedição de posts desde o inicio do blogue (26/11/2011)

6 comentários:

  1. Tania Tome :ConheÇo alguem que vai ficar muito feliz com a homenagem.... beijos para vós

    ResponderEliminar
  2. È de louvar a criação duma Instituição desta natureza, por parte da falecida Drª Lurdes, mas não lhe fizeram já uma homenagem? Um busto não será demais? Então e o Padre Rebelo, pelo que faz pela cultura? E o Francico Meireles sem o qual não existia a Fundação Francisco Meireles, que tanto bem tem feito a tanta gente? E tantos Moncorvenses que tanto fizeram pela sua terra? Já o Busto do Embaixador de Felgueiras me custou um pouco a engolir, como a tantos Moncorvenses e agora este da Drª Lurdes, vai começar a banalizar a Excelência, penso eu de que.

    ResponderEliminar
  3. Concordo com uma homenagem,mas será caso para um busto?

    ResponderEliminar
  4. Se a drª Lurdes Girão era boas médica, não sei...se era boa mãe desconheço, se foi bom pai idem, se foi uma fadista com boa voz, não consigo dizer se foi boa escritora, sou suspeito, se foi boa pintora, acho que não arrisco dizer...mas uma coisa eu posso afirmar era na certeza uma Grande Alma. Um busto? porque não?

    ResponderEliminar
  5. Quantos busto tem Moncorvo?Campo Monteiro no castelo,Martins Janeira na corredoura, Visconde de Vila Maior e dr.Ramiro Salgado dentro das instalações escolares...
    Há mais?
    Doutor Horácio de Sousa no jardim.
    Manuel de Sousa Moreira no jardim,virado para o cine-teatro.
    General Claudino no seu largo.
    Abade Tavares em Carviçais.
    Catedrático Sobral em Felgueiras.
    Francisco Meireles na sua praça.
    Constantino, Rei dos Floristas ,no largo que fica no fim da rua com o seu nome.
    Padre Adriano Guerra no Felgar.
    Francisco António Correia ,na Foz.
    Lopes Cardoso no largo de santo António.
    General Sá, no castelo.
    O Justiniano da Caderneta de Lembranças ,sentado num banco da praça.
    Ao Arnaldo ,poeta popular ,em frente ao cine-teatro e virado para a casa dos pais.
    Horácio Espalha, no canto da praça onde tinha o Quiosque.
    Flaviano de Sousa, no largo da estação.
    Balbino Rêgo, no largo com o seu nome.
    Padre Rebelo, à entrada das escolas.
    Urgel Horta ,no Felgar.
    Dente Douro, nos Estevais.
    Dr Sobrinho, no campo da bola.
    D. Francisca Borges de Meneses na dona Joana.
    Às vitimas da Inquisição ,no adro da igreja.
    Aos mortos nas guerras ,no castelo.
    Doutor Dantos Junior ,nos jardins da Biblioteca.
    Ao Caldeiro de São Martinho, em Maçores
    Francisco Botelho de Morais e Vasconcelos ,nos jardins da Biblioteca.
    António Fernandes, na praça ,virado para o seu chafariz.
    Afonso “Hospitaleiro” ,no largo da misericórdia.
    Afonso Domingues de Madureira e sua mulher Filipa Vaz, à entrada do Centro de Saúde.
    Tony Americano ,no largo atrás dos correios.
    Gil T,no Peredo dos Castelhanos.
    Tibério José Teixeira, na Açoreira.
    Alípio José Alves ,em Felgueiras.
    Constâncio Arnaldo de Carvalho, no largo da eirinha virado para o seu Reboredo.
    Crisóstomo Pedro de Moraes Sarmento, em frente à quinta Judith.
    Padre Pascoal Ferreira ,no Peredo dos Castelhanos.
    João Carlos Noronha, no castelo ,virado para a câmara.
    Adriano Pires,na entrada para a quinta do Marmeleiro.
    Zeca Peixe ,ao pé do quiosque e virado para sua casa.
    Barros Dentista,no fundo da rua Visconde de Vila Maior,virado para a praça.
    Francisco de São Payo, no castelo e virado para a Lousa.
    E FICO POR AQUI!
    M.C.

    ResponderEliminar
  6. Venda de Natal apela à generosidade dos moncorvenses
    Terça, 23 Novembro 2010 10:36
    15
    Partilhar Os amigos de “O Leme – Associação para a Saúde e Bem-estar” e o Município de Torre de Moncorvo estão a promover uma Venda de Natal, em Torre de Moncorvo.

    Sobre o lema “ Aquilo que não precisa, nós precisamos, porque há alguém que precisa!” a venda tem como principal objectivo angariar objectos que as pessoas já não precisem para posteriormente efectuar a venda desses produtos a preços simbólicos. As receitas reverterão para a compra do busto da Dra. Lourdes Girão e para as obras na sede do agrupamento de Escuteiros de Torre de Moncorvo.

    As pessoas interessadas em participar podem entregar os objectos que não precisam nas instalações da Associação “O Leme”, na Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo e na Escola Secundária de Torre de Moncorvo. Aqueles que não têm objectos para doar podem sempre adquirir aquilo que lhe faz falta na Venda de Natal que se realiza nos domingos de 28 de Novembro, 5 e 12 de Dezembro na Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo.

    A iniciativa conta ainda com a colaboração do Agrupamento de Escolas de Torre de Moncorvo e o Grupo de Escuteiros de Torre de Moncorvo.
    da página oficial da camara:http://www.cm-moncorvo.pt/

    ResponderEliminar