sábado, 4 de julho de 2015

Freixo de Espada à Cinta - Município entronizado pela Confraria da Amêndoa

Clique na imagem para ver maior
Clique na imagem para ver maior

No passado dia 27 de Junho realizou-se em Freixo de Espada à Cinta o Capítulo de Verão da Confraria da Amêndoa do Douro Superior, que correspondeu ao V Capítulo organizado pela Confraria. A Confraria da Amêndoa do Douro Superior foi fundada em Maio de 2013 com o objectivo principal de promover a amêndoa enquanto produto gastronómico.
O V Capítulo da Confraria da Amêndoa do Douro Superior teve lugar no Auditório Municipal de Freixo de Espada à Cinta e contou com mais de 50 participantes. A sessão de abertura ficou a cargo da Presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta, Maria do Céu Quintas, que manifestou o seu enorme apreço e agradecimento pelo facto de o V Capítulo da Confraria da Amêndoa ser realizado em Freixo, mencionando ainda a importância e o peso que a amêndoa tem na economia local e regional. Maria do Céu Quintas disponibilizou-se ainda, na qualidade de Presidente da Câmara Municipal, para “ajudar a Confraria no que poder, principalmente na divulgação da amêndoa”.
O Capítulo de Verão foi presidido pelo Vice Grão-mestre Joaquim Morais, que após a leitura da Acta do Capítulo anterior, e da leitura do relatório de contas, prosseguiu com a entronização de novos confrades. Nesta sessão foram entronizados nove confrades, cinco do concelho de Freixo de Espada à Cinta, a saber: Ulisses Carabau; Jorge Duarte; Edgar Antão; Pedro Martins, e o Município de Freixo, e quatro do concelho de Torre de Moncorvo a saber: Lurdes Caetano, Leonel Brito, Sílvia Dinis e Amândio Dias. Dos novos confrades fazem parte produtores de amêndoa, cobrideiras de amêndoa coberta de Moncorvo e vendedores de amêndoa.

Pedro Martins, da Quinta dos Castelares, pretende com esta entronização “ajudar a dinamizar a Confraria da Amêndoa do Douro Superior e a amêndoa de Freixo, pois é um sector que em Freixo não está dinamizado”. Pedro Martins tem um projecto para plantação de 11 hectares de amendoal, a juntar aos que já têm, que fazem um total de cerca de 40 hectares, querendo o produtor com mais este projecto “colocar Freixo no mapa da agricultura nacional”.
Dos confrades entronizados destaque para o Município de Freixo de Espada à Cinta que sendo um dos concelhos de produção de amêndoa por excelência ainda não pertencia à Confraria. A entronização do Município de Freixo prende-se com a necessidade de promover a produção e comercialização da amêndoa de Freixo e com o facto de o Município poder assim representar todos os produtores de amêndoa de Freixo.
O Capítulo de Verão da Confraria da Amêndoa do Douro Superior foi realizado em Freixo de Espada à Cinta, segundo o Vice Grão-mestre da Confraria, Joaquim Morais “em primeiro lugar porque o Município de Freixo e vários confrades freixenistas iam ser entronizados, e em segundo porque é um concelho produtor de amêndoa”.

Para ver mais fotografias do evento clique AQUI.


Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta, 3 de Julho de 2015
Sara Alves 

Sem comentários:

Enviar um comentário