sexta-feira, 31 de julho de 2015

Trancoso - Protocolo pretende promover o reforço da cultura do castanheiro no concelho

Clique na imagem para ver maior
A Câmara Municipal de Trancoso e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) assinaram um protocolo de colaboração que tem por objectivo promover o reforço da cultura do castanheiro no concelho de Trancoso.
A cerimónia estava marcada para ontem, 29 de Julho, no Pavilhão Multiusos de Trancoso, com a presença do presidente da Câmara de Trancoso, Amílcar Salvador, e do Vice-Reitor da UTAD, Artur Fernando.
Este protocolo pretende fomentar a implementação de práticas de cultivo conducentes à melhoria da produtividade do castanheiro no concelho de Trancoso, mediante a realização de um conjunto de acções de experimentação em soutos disponibilizados para o efeito, bem como através da transferência de conhecimentos quer para o Gabinete Técnico do Município, quer directamente para os produtores.
O protocolo tem a duração de 36 meses e tem como eixos principais de intervenção a Instalação de uma unidade de demonstração num souto adulto, pertença de um produtor do concelho, e actividades de extensão com grupos de produtores, visando sensibilizar para a adopção das práticas culturais mais adequadas às variedades de castanheiro e às especificidades climáticas e de solo da região. Proporcionará ainda a realização de uma tese de mestrado tendo como objecto de estudo a produção de castanha no concelho e sua melhoria, a concepção e edição de um livro sobre melhores práticas de cultivo e a efectivação de jornadas técnicas anuais sobre as problemáticas da fileira da castanha.
Com esta colaboração com a UTAD, a Câmara de Trancoso pretende desenvolver, melhorar e aumentar a produção de castanha no concelho, inserindo esta acção no eixo estratégico de desenvolvimento que representa o reforço das actividades agrícolas.
A castanha representa no concelho de Trancoso um produto agrícola de importância económica fundamental. O concelho é responsável por cerca de 5% da produção nacional de castanha, gerando um rendimento para os produtores de cerca de 3 milhões de euros anuais.

Fonte: http://www.jornalaguarda.com/index.php/regiao/3533-protocolo-pretende-promover-o-reforco-da-cultura-do-castanheiro-no-concelho-de-trancoso

Sem comentários:

Enviar um comentário