quinta-feira, 30 de outubro de 2014

TORRE DE MONCORVO - Anos trinta

 

Click na imagem para aumentar
Combustível para a viagem.

(Reedição de posts desde o inicio do blogue)
 

8 comentários:

  1. Quantos litros de tinto gastavam aos 100?
    Quem são estes senhores ,onde iam,que faziam...
    Vestiam bem ,bom carro ,boa vida...
    Imagino, hoje,uma fotografia de dois respeitaveis da vila ,no IP2,no seu BMW descapotável,rodeados de garrafas de tinto da cooperativa e a sorrir para o Bento de serviço.
    No dia seguite eram mais falados que o último Benfica/Sporting.

    ResponderEliminar
  2. A caixa do tintol é da famosa Farinha Maizena.
    E assim se fica a saber que pelo menos um era casado .
    Lembrei-me ,agora,das migas de cavalo cansado.Quantas sêmeas de centeio eram precisas para um dos muitos garrafões da foto?

    ResponderEliminar
  3. Um luxuoso ford cabriolet numa estrada de quinta que pela inclinação acentuada poderia ser no Roboredo, lá para a quinta das Aveleiras. O vinho poderia ser uma amostra dos seus famosos nectares. Os personagens dão a impressão serem de classes diferentes, sendo que o da direita poderia ser choufer.

    ResponderEliminar
  4. Bem observado.A quinta do Dontel era um lugar de referência para os encontros sociais ao ar livre.Eram os famosos piqueniques que eles chamavam merendas.Havia ,nesse tempo uma classe social que sabia disfrutar dos prezeres
    da vida.O vinho era um deles.

    ResponderEliminar
  5. o senhor da esquerda é o david serapicos,comerciante em moncorvo e comandante ou presidente dos bombeiros

    ResponderEliminar
  6. Tinha um soto de fazendas na rua das Flores .Era o primeiro do lado direito.Dizem-me, que agora é um bar e uma loja toda fina.

    ResponderEliminar
  7. O sr. David Sarapicos era um dos poucos encartados desse tempo lembro-me dele ser chaufer do sr. Adriano Pires, mas o automóvel era Chrysler berline preto. O dr. Artur de V.N.Fozcoa mostrou-me ainda em vida a sua colecção de automóveis antigos que recolhia nuns anexos da casa vermelha onde outrora funcionava a casa de cinema. Ora grande parte desses automóveis «topo de gama» seriam dos propriétaris das quintas de moncorvo, lembro tmb do Pontiac 8 cilindros em linha do sr. Camilo Mendonça, um carro espectacular para a época e um Chevrolet Cabrio branco o Gipe Austin do sr. Montenegro dos quais tirei fotos e que posso disponibilizar para o blog através do link: http://olhares.aeiou.pt/jipe_austin_foto466102.html
    http://olhareshttp://olhares.aeiou.pt/lincon_continental_foto363283.html.aeiou.pt/pontiac_foto353352.html

    ResponderEliminar
  8. Boa foto e deliciosos comentários!
    A. Andrés

    ResponderEliminar