sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Boas Fadas que te Fadem , de António Monteiro Cardoso


1 comentário:

  1. Ler este livro é, primeiramente, um teste à nossa motivação leitora: o ínicio não foi, para mim, muito apelativo. Não tem um começo daqueles que nos prende imediatamente ao livro. Contudo, passada esta barreira natural, fico na dúvida se não será propositada, o enredo enleia-nos de tal forma que é muito difícil deixar de ler. É dos poucos livros que tenho na fila de espera para reler. É, na minha modesta opinião, do melhor que já se escreveu em Portugal. Ao autor os meus parabéns e um grande bem haja pelos excelentes momentos de entretenimento que proporciona a quem lê esta obra.

    ResponderEliminar