sábado, 2 de maio de 2015

IV Encontro Livreiro e Leitor de Trás-os-Montes e Alto Douro 22 de Março de 2015 | Livraria Papelaria Dinis | Valpaços

O IV Encontro Livreiro e Leitor de Trás-os-Montes e Alto Douro ficou marcado pelo excelente acolhimento e boa organização da Papelaria Dinis na pessoa do seu responsável, o livreiro Ari Dinis, que recebeu no seu espaço os seguintes livreiros:
António Alberto Alves – Traga-Mundos, Vila Real
Casimiro Fernandes e Mariana Fernandes – Rosa D’Ouro, Bragança
Augusto Dias - Livraria Aguiarense, Vila Pouca de Aguiar
Ângelo César – Editora Flor do Passarinho, Bragança
Virgínia do Carmo – Poética, Macedo de Cavaleiros
Estiveram ainda representadas a Livraria Andrade e a Livraria Lua Nova da vila de Valpaços. (embora não tenham tido disponibilidade para participarem na reunião de trabalho.)
Para além dos livreiros estiveram presentes membros da comunidade local, incluindo professores e autores, mas também leitores que se manifestaram interessados e participativos ao longo do encontro. As dificuldades derivadas da actual conjuntura económica e consequente e desertificação do interior acabaram por ser tema dominante.
Ao longo do encontro foram lidas mensagens enviadas por Dina Ferreira, da Livraria Poetria, e Maria Deolinda Cardoso, da Imprensa Nacional – Casa da Moeda, do Porto, e ainda por um dos dinamizadores do Encontro Livreiro Nacional, Luís Guerra. Palavras solidárias, que concedem ânimo e retemperam forças.
Como já é habitual, no final os livreiros terminaram o encontro com uma reunião de trabalho, da qual saíram as seguintes resoluções e compromissos:

1. o reforço da partilha de  informação relativa a novidades editoriais e actividades em agenda, e organização conjunta de eventos; Uma das possibilidades que ficou já alinhavada foi a presença, pelo menos na Papelaria Dinis, da autora Raquel Serejo Martins, natural do concelho de Valpaços, em Setembro, a propósito da sua deslocação a Macedo de Cavaleiros para a quinta edição do Encontro de Escritores Transmontanos;
2. a organização conjunta de uma “Feira” do Livro; em formato e em local a definir, de âmbito regional. Um dos aspectos que se debateu foi a própria conotação do termo “feira”, e se ele deve ser ou não utilizado, por ser muito difícil dissociá-lo da inevitabilidade dos descontos, uma prática que os livreiros não querem assumir como obrigatória – sobretudo porque não usufruímos da mesma percentagem de descontos com que a maioria dos editores beneficia as redes de livrarias e hipermercados nacionais;
3. continuar a trabalhar pela projecção dos autores nascidos na nossa região para lá das fronteiras da mesma em articulação e colaboração com as editoras dos respectivos autores;
4. realização em Agosto de uma montra de autores transmontanos simultânea em todas as livrarias da região que venham a aderir à iniciativa, em articulação com os respectivas editoras, que este ano fique marcada por uma maior articulação entre as diferentes livrarias, determinando-se, inclusivamente uma imagem comum. Para o efeito será usado o cartaz elaborado para o efeito em Agosto de 2014 pela Poética;
5. a organização de um evento de “homenagem” a um livreiro antigo da cidade de Bragança, Mário Péricles, que teve, inclusivamente, um papel importante na oposição ao regime ditatorial fascista naquela cidade. O Sr. Casimiro Fernandes aceitou a responsabilidade de iniciar diligências nesse sentido.
Mais uma vez os participantes saíram deste encontro motivados e com o entusiasmo reforçado para continuar a vencer as adversidades, apostando na máxima de que a união faz a força.
Ficou também decidido que o V Livreiro e Leitor de Trás-os-Montes e Alto Douro terá lugar na Papelaria Aguiarense, no dia 28 de Fevereiro de 2016, pelas 15h00.

Março de 2015

Sem comentários:

Enviar um comentário