segunda-feira, 4 de maio de 2015

TORRE DE MONCORVO -ILUSTRES - (1890)

António Alberto Carvalho e Castro era filho de outro do mesmo nome e sua mulher, Etelvina Botelho. Terá nascido por 1890 e o seu modo de ser, popular e folgazão e o seu alinhamento político esquerdista, tê-lo-ão levado a tomar certas atitudes e a meter-se em algumas aventuras que a sociedade moncorvense condenava. A brincadeira em que esteve implicado e que fez desesperar a família foi quando trouxeram para a praça do município a Jasmineira (assim alcunharam o carro usado na recolha dos dejectos da vila) e ali despejaram a porcaria. Terá então deixado Moncorvo e ido para o Porto, embarcando depois para o Brasil onde foi presidente da direcção da Portuguesa dos Desportos, visitando nessa qualidade e com a sua equipa de futebol o nosso país, com disputa de jogos em Braga, Porto e Lisboa, pelo ano de 1950.
Excerto do livro HISTÓRIA POLÍTICA DE TORRE DE MONCORVO 1890 – 1926 , de António Júlio Andrade
Âncora Editora ( com o apoio da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo).
Nota: à venda em Moncorvo e nas principais livrarias do país.

Reedição de posts desde o início do blogue

1 comentário:

  1. Será que esta senhora,dona Etelvina Botelho,é familiar da Etelvina Botelho, filha do dr.Botelho,veterinário de prestígio,falecido em 1952 e já mencionado neste blogue?

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar