quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Freixo de Espada à Cinta - Município homenageou Augusto Moreno

Familiares de Augusto Moreno com a Presidente e o
Vice-Presidente da Câmara de Freixo 
A Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta começou no passado sábado um ciclo de Conferências cujo grande objetivo é homenagear ilustres freixenistas que se destacaram através do seu percurso profissional e social. O primeiro ilustre a ser homenageado foi Augusto César Moreno, filólogo, gramático, pedagogo, poeta e prosador que nasceu a 10 de Novembro de 1870 em Lagoaça, concelho de Freixo de Espada à Cinta e faleceu no Porto em 2 de Abril de 1955.
Maria do Céu Quintas, Presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta, abriu a sessão de homenagem, que decorreu no Salão da Junta de Freguesia de Lagoaça, dizendo que “actual governo autárquico de Freixo jamais alimentará a inglória de esquecer os que partindo desta nossa pátria que são as nossas raízes se fizeram grandes e notáveis, nem esquecem os que contribuem para que o nosso concelho se valorize e mostre, embora pequenos, temos dimensão. Começamos hoje, em Lagoaça, um dos mais puros exercícios de cidadania, lembrar os Homens de mérito e as razões do seu justo valor” a presidente do município referiu ainda que “felizmente pertencemos a um concelho que pode orgulhosamente apresentar à região, ao país e ao mundo figuras que se destacaram, e que pela relevância e excelência do seu trabalho deixaram uma herança que ainda é actualmente reconhecida, comentada e referenciada”, como é o caso de Augusto Moreno, que muito contribuiu para que se fale em bom português. 


Da esquerda para a direita:
Presidente da Câmara de Freixo, Maria do Céu Quintas,
Vice-Presidente da Câmara, Artur Parra
Prof Dr João Cabrita, Prof Dr Ernesto Rodrigues
Após a sessão de abertura tomou a palavra o moderador da conferência, Artur Parra, Vice-presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta com o pelouro da Cultura, que após apresentar os conferencistas, Prof. Dr. João Cabrita e o Prof. Dr. Ernesto Rodrigues, dois notáveis conhecedores de toda a obra de Augusto Moreno, disse que o executivo camarário se congratulava “com este evento cultural”. 
João Cabrita, o primeiro a discursar, falou da vida e obra de Augusto Moreno, dos feitos que o homenageado realizou ao longo de toda a sua vida e da pessoa culta que era. Por sua vez, Ernesto Rodrigues centrou a sua intervenção em Augusto Moreno como poeta e ensinador do bem falar português, lendo poemas do autor e explicando a importância que este teve na cultura portuguesa, e como os seus pensamentos ainda hoje estão corretos. 
Foram duas intervenções distintas, que prenderam a atenção da meia centena de espectadores que estavam presentes no Salão da Junta de Lagoaça. 
De salientar, que entre os presentes, estavam vários familiares de Augusto Moreno que vieram de vários pontos do país, para se juntarem ao Município de Freixo de Espada à Cinta e à Junta de Freguesia de Lagoaça, nesta justa homenagem prestada ao Freixenista Ilustre que foi, e continua a ser Augusto Moreno. 
Quem também marcou presença foi Elisa Ramos, professora bibliotecária da escola Augusto Moreno, em Bragança, em representação do Agrupamento de Escolas Abade Baçal. 
No final da conferência, e enquanto se passava a vista por uma exposição das obras de Augusto Moreno, reinava entre os presentes o sentimento de que tinham ficado a conhecer mais e melhor Augusto Moreno, figura incontornável da vida literária portuguesa.  
O Ciclo de Conferências Ilustres Desconhecidos contínua já no próximo dia 10 de Outubro, no Auditório Municipal de Freixo de Espada à Cinta, com a homenagem a Amílcar Paulo.

Gabinete de Comunicação da CM de Freixo de Espada à Cinta, 14 de Setembro de 2015
Sara Alves


2 comentários:

  1. Gosto destas iniciativas .Parabéns á CM de Freixo de Espada à Cinta ,pelo Ciclo de Conferências sobre «Ilustres Desconhecidos » ,que se distinguiram no seu tempo e de quem por vezes ,desconhecemos sempre algo mais .

    ResponderEliminar
  2. Também eu estive presente. Impressionou-me a saber e facilidade de falar do Senhor Professor Doutor Ernesto Rodrigues, a beleza e facilidade de comunicar da nossa Presidente , o professor actor Artur Parra,nosso ,em boa hora, vice-presidente,com a clareza e simplicidade com que apresentou os protagonistas.Não gostei das mesas tipo,casa de pasto, para expor os livros da maior figura de Lagoaça,do ruído de fundo das bandas de musica, numa terra que durante 363 dias do ano não há um evento, resolvessem tocar aquela hora.Mas foi bonito e bem haja esta Câmara que dá mais valor à cultura e à suas gentes do que o anterior elenco camarário especialista em parir multiusos sem uso nenhum .
    Lagoaceiro que votou PS para a freguesia e PSD para a autarquia.

    ResponderEliminar