sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Freixo de Espada à Cinta - Homenagem ao Pescador António Rabaça é já amanhã


Amanhã pelas 16 horas decorrerá no Auditório Municipal de Freixo de Espada à Cinta a homenagem ao último pescador do Douro, António Pinto Rabaça.
Este pescador cedo começou a aprender a arte da Pesca com o seu pai: “eu quando tinha cinco ou seis anos andava atrás do meu pai, de noite! A levantar as redes! Lá andava atrás dele! Uma ocasião fui eu mais o meu pai a levantar uma rede, era meia-noite, uma hora, tinha lá 60 lampreias, num laço!”
Com 91 anos o “Ti Rabaça”, como é conhecido em Freixo de Espada à Cinta, conheceu as águas do Douro como nenhum outro pescador da zona e sempre soube qual era o melhor peixe para pescar: “pescava o barbo, a boga, antigamente primeiro era a boga, era o escalo, robalo, o robalinho e era o barbo, e era a carpa, e também ainda agarrei quatro solhos, o maior botou 62 quilos, agarrei dois com 48, e agarrei um com 24 e esses é que eram grandes, carai, nem dá para acreditar! E era, pronto, era o peixe que agarrávamos aqui (...).
Adepto da pesca tradicional, “à rede” diz que nunca teve jeito para a pesca mais “moderna”: “à linha não me ajeito a pescar, é tudo com rede (...) nós aparelhávamos com corda e boias e chumbos e aquela história, e depois ficavam as redes prontinhas e lá íamos a pescar! Pescava mais de noite que de dia”.
Além de ter ensinado muita gente de Freixo a pescar ensinou também as melhores formas de cozinhar o peixe: “o pequenino é frito, tudo fritinho, e depois faz uma calda, com cebola e aquela coisa toda, e por fim vinagre…; (...) pode servir de muitas maneiras, pode servir peixe caldeirada, com o rabo na cabeça, o peixe pode ser guisado e depois no fim de guisar fazer uma calda e fazer umas migas de peixe; eu faço muitas vezes as migas de peixe. Tenho lá uma panela de 10 litros que muitas vezes não chegava, nas borgas! Cheia! (...)
De manhã irá realizar-se um concurso de pesca na Congida que terá precisamente o nome deste pescador, António Rabaça. Seguir-se-á um almoço-convívio e à tarde decorrerá no Auditório a conferência “Tertúlias: Do Douro para o Mundo” onde irão ser entregues os prémios de pesca e a menção honrosa ao pescador António Pinto Rabaça.

Gabinete de Comunicação da CM de Freixo de Espada à Cinta
Joana Vargas

Sem comentários:

Enviar um comentário