segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Bragança-Miranda: Ano Pastoral arranca sob o signo da «saída missionária»

Santidade e Misericórdia são temas centrais na proposta da diocese transmontana para 2015/2016
Bragança, 26 set 2015 (Ecclesia) – A Diocese de Bragança dá hoje início ao novo ano pastoral 2015/2016, centrado no tema da “Santidade” e em consonância com as propostas de Misericórdia e de “saída missionária” do Papa Francisco.
“A pastoral da saída missionária exige que a Igreja, na sua solicitude, seja sempre casa de inclusão e, como mãe, abrace a todos”, escreve D. José Cordeiro, na sua carta pastoral ‘Peregrinos na Santidade’, enviada à Agência ECCLESIA.
O bispo diocesano evoca especialmente os mais frágeis, os doentes, os pobres, os desempregados, os excluídos, os emigrantes, as pessoas com deficiência, as famílias, as crianças, os jovens, os idosos e “quantos precisam de pão, de paz, de dignidade, de alegria e de Esperança”.
O início do ano pastoral com o tema Ano da Santidade «Esta é a vontade de Deus, a vossa santificação» (1Ts 4,3)”está marcado para Freixo de Espada-à-Cinta.

A partir das 10h30, realiza-se uma conferência proferida pela irmã Ângela Coelho, postuladora da causa de canonização dos pastorinhos Beatos Jacinta e Francisco Marto, antes da apresentação oficial do Plano Pastoral, ao final da manhã.
Da parte da tarde realiza-se uma mesa-redonda para discussão de vários temas e, às 17h00, D. José Cordeiro preside à Eucaristia conclusiva.
O bispo de Bragança-Miranda desafia a diocese, no documento orientador do novo ano de atividade, a “procurar os afastados”, “Chegar às encruzilhadas” e “convidar os excluídos,” porque “a Igreja é casa da inclusão dos excluídos”.
O prelado sublinha, por outro lado, que o ano pastoral da santidade está “em harmoniosa relação com a proclamação de um Jubileu extraordinário, dedicado à Misericórdia, pelo Papa Francisco”.
Nesse sentido, anuncia-se que a diocese propõe a peregrinação a cinco “portas da Misericórdia”: a Catedral de Bragança; a Concatedral de Miranda; a Basílica do Santo Cristo em Outeiro; O Santuário do Imaculado Coração de Maria em Cerejais; o Santuário de Nossa Senhora de Balsamão.
A Carta Pastoral dedica várias páginas à apresentação de “muitos peregrinos da santidade” que viveram na Diocese de Bragança-Miranda.

Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/noticias/nacional/bragancamiranda-ano-pastoral-arranca-sob-o-signo-da-saida-missionaria/

Sem comentários:

Enviar um comentário