segunda-feira, 6 de abril de 2015

Leandro Vale in Memoriam

A direção regional de Bragança do PCP manifestou hoje "profundo pesar" pela morte de Leandro Vale, militante do partido e um impulsionador do teatro no Nordeste Transmontano, responsável pela única companhia profissional nesta região

Leandro Vale morreu, na quinta-feira, aos 75 anos, vítima de doença prolongada.
A direção regional do PCP manifestou hoje, em comunicado, "profundo pesar" e endereçou "condolências à família pelo falecimento do ator, encenador, escritor e militante ativo".
O partido recorda que Leandro do Vale dedicou toda a sua vida à cultura, e ao teatro em particular, "empregando esforços na luta pela democratização do acesso e fruição cultural do povo".
 "Durante vários anos e depois de ter fundado a única companhia de teatro profissional nesta região, "O Teatro em Movimento", levou às aldeias mais isoladas do distrito centenas de peças", prossegue.
 Leandro Vale nasceu no concelho de Oliveira do Hospital, foi fundador do Circulo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra (CITAC) em 1956 e formando-se no Conservatório de Lisboa.
 Fez parte de companhias como o Teatro d'Arte, Gerifaldo, Vasco Morgado, Teatro Experimental do Porto, entre outras.
 A sua atividade passou também pela rádio, televisão e cinema, com participações em "Mau Tempo no Canal", "Fronteira Ocidental", "A Sombra dos Abutres" ou "Aqui Jaz a Minha Casa".
 Leandro do Vale foi também um destacado militante do PCP, tendo sido membro da direção regional de Bragança e da comissão concelhia de Torre de Moncorvo.
 "Para Leandro do Vale, que se assumiu sempre como um lutador anti-fascista, era indissociável a democratização da cultura de uma rutura com a politica de direita, participando ativamente na construção de uma politica patriótica e de esquerda, ao serviço do povo, da cultura", refere o partido.

Fonte: 
http://www.noticiasaominuto.com/politica/370654/pcp-de-braganca-manifesta-pesar-pela-morte-de-leandro-vale

1 comentário: