sexta-feira, 4 de março de 2016

CABANAS DE CIMA - INCÊNDIO (2011)











Click nas imagens para aumentar.
Incêndio em Cabanas de Cima .Fotografias obtidas dia 15, pelas 16,30.
Segundo a informação disponível no portal da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o fogo que está a mobilizar mais meios é aquele que deflagrou numa zona de mato de Cabanas de Cima, no concelho de Moncorvo, cerca das 14:55 de segunda-feira, mantendo duas frentes ativas, que estão a ser combatidas por 89 operacionais apoiados por 24 veículos.
Nota: o incêndio foi considerado dominado hoje ,dia 16, pelas 16horas.

Reedição de posts desde o inicio do blogue

12 comentários:

  1. Isto é uma dor d'alma !
    Ponham lá as cabras rapidamente. Se as cabras e os bodes e os cabritos são uma boa solução, é avançar já com elas.

    Júlia

    ResponderEliminar
  2. e os cabrões?Ficam a atear o fogo.

    ResponderEliminar
  3. Luís Afonso Guardado disse:Não gosto mesmo nada ,é sempre o mesmo no verão.

    ResponderEliminar
  4. Joaquim Silva disse:eu vi na televisão !.. fiquei abismado !.. infelismente já vem sendo hábito no nosso país por estas alturas -- espero que não haja vítimas mortais

    ResponderEliminar
  5. O grande negocio do Verão é o incendio meus amigos o resto é conversa, alguem duvida desta verdade? A policia judiciaria descobre tudo menos isto, porquê? Grande Negócio o dos incendios em Portugal, pensem nisto

    ResponderEliminar
  6. Se é negócio, quem lucra com ele? Os madeireiros não, porque nem para um caibro fica; os pastores também não, que já os não há por aqui; os construtores civis também não, que ali não se constrói; os agricultores também não, que ninguém vai lavrar e cultivar aqueles terrenos; os caçadores também não, que os coelhos ficam todos derretidos... Lucram os incendiários? Os apagadores? Os fotógrafos? os jornalistas?...

    ResponderEliminar
  7. Quem lucra são aqueles que vendem artigos para os bombeiros meu caro anónimo, veja, os bombeiros voluntários de Vila Flor ficaram sem dois autotanques, mangueiras e não sei que mais, multiplique isso tudo por não sei quantas corporações, já tinha pensado nisto? Pelo conteúdo do seu comentário creio que não, o Sr. refere os madeireiros, esses também lucram e não é pouco, já viu todos lucram

    ResponderEliminar
  8. Os Terrenos e os bens gerais estão no seguro?
    Começamos a saber quem ganha e quem perde?
    O mundo das corporações dos bombeiros tem muito que se lhe diga,volta e meia vem nos jornais acusações de corrupção e de jogo de interesses.
    Ninguém pára isto?
    Os fogos em Portugal são um caso de polícia!
    leitor

    ResponderEliminar
  9. Prisão preventiva para suspeito de fogo posto
    por Lusa 23 Julho 2011

    O Tribunal Judicial de Leiria decretou hoje a prisão preventiva ao suspeito de ter incendiado na madrugada de sexta-feira uma viatura e três habitações na freguesia da Maceira, concelho de Leiria, informou à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária.

    A medida de coação foi estabelecida esta manhã após o primeiro interrogatório judicial. O homem, de 45 anos, foi detido pela PJ de Leiria na sexta-feira, ao final da tarde, no concelho de Pombal, quando se preparava para incendiar um pinhal dos irmãos, revela a mesma fonte, acrescentando que no móbil do crime estão conflitos com a família e vizinhos.
    O incêndio que deflagrou na madrugada de sexta-feira destruiu uma viatura ligeira e alastrou a três habitações no lugar de Telheiro, freguesia de Maceira, Leiria, sem causar feridos. Uma das habitações estava alugada ao suspeito e ficou inabitável. Numa outra residência, alugada a uma família que se encontrava de férias fora do país, as chamas consumiram parte do telhado, o mesmo sucedendo na casa em que habita o casal proprietário das três habitações.

    O alerta foi dado pelas 04:13 por uma vizinha e o fogo foi extinto pelas 04:51 por 23 homens e seis viaturas dos Bombeiros Voluntários da Maceira, informou o comandante da corporação, Luís Ferreira. A viatura ficou completamente destruída pelas chamas, mas o depósito de combustível não explodiu, precisou o secretário da Junta de Freguesia da Maceira, Vítor Reis, acrescentando que o carro estava estacionado sob um telheiro de chapa e pertence a uma vizinha das casas atingidas.

    ResponderEliminar
  10. OUTRO CABRÃO:
    Um homem de 37 anos foi detido esta terça-feira pela GNR da Sertã por suspeita de ser autor de fogo posto, anunciou aquela força de segurança, citada pela Lusa.

    O homem foi apanhado de manhã no lugar de Fonte Fria, perto de Carvalhal, onde terá ateado fogo a mato silvestre.

    Segundo um comunicado da GNR, as chamas rapidamente alastraram e arderam cerca de 3.000 metros quadrados de floresta.

    O homem detido «tinha pequenas queimaduras nas sobrancelhas» e residia «perto do local do crime», tendo sido entregue à Policia Judiciária, que para já não adianta mais pormenores sobre o caso

    ResponderEliminar
  11. Incêndio em Vila Flor

    http://sicnoticias.sapo.pt/pais/article723900.ece

    ResponderEliminar
  12. e uma tristeza simplesmente.... portugal tem mt k se lhe diga... n ha justisa pk se a justica foxe boa n haveria disto,mts vexex faxe com as proprias maos, agora pergunto m o k fonciona bem em portugal..........nada de nada, era deitar os enxendiarios para o meio das chamas pode ser k assim aprendam....

    ResponderEliminar