terça-feira, 1 de março de 2016

TORRE DE MONCORVO - EFEMÉRIDES (01/03)

01.03.1759 – Grandes manifestações de regozijo, promovidas pela Academia dos Unidos, pelo rei D. José que saiu ileso do atentado ou pretenso atentado contra a sua vida.
general Claudino Pimentel
01.03.1823 – Os Miguelistas, seguidores do Conde de Amarante, capitaneados pelo padre Moncorvense José dos Santos Leal tomam conta da vila de Torre de Moncorvo, realizando-se solenes festejos. Quatro dias depois serão os Liberais, comandados por António José de Miranda e Luís Claudio de Oliveira Pimentel que fazem reverter a situação.01.03.1827 – As tropas Miguelistas, comandadas pelo brigadeiro Teles Jordão abandonaram Moncorvo e dirigem-se para Mogadouro. Três dias depois estariam na Quinta da Nogueira e dizimaram 80 cabeças de gado vacum e cavalar, propriedade da família do general Claudino Pimentel que a trazia aforada aos marqueses de Távora. As tropas Liberais comandadas pelo general Claudino, vindas de Mirandela, deram neste dia 1 entrada em Vila Flor e no dia seguinte em Moncorvo. António Júlio Andrade

3 comentários:

  1. Academia dos unidos? o que era ,o que faziam,eram de moncorvo?

    ResponderEliminar
  2. E não há em Torre de Moncorvo uma estátua ao General Claudino!

    ResponderEliminar
  3. O século XVIII foi o século das Academias: Academia Real da História; Academia das Ciências, Associação Académica de Coimbra, Academia Bracarense; Academia das Ciências de Lisboa... O que é significativo é ter-se fundado uma Academia em uma terra de província que nem cidade era. Esta é mais uma prova de que em Moncorvo sempre existiu um ambiente citadino e uma preocupação de erudição. Pois em Torre de Moncorvo, por iniciativa de Francisco Botelho de Morais e Vasconcelos, também se fundou uma Academia que tomou o nome de Academia dos Unidos. Era uma espécie de associação cultural que promovia récitas literárias, teatros, danças e também treinos de cavalaria... J. Andrade

    ResponderEliminar