terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Moncorvo - Igreja Matriz (Copus Dei)

 2012.
Nota: Para abrir a página(ampliar as fotos), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação.
VER:
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2012/01/torre-de-moncorvo-igreja-matriz_19.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2012/02/patrimonio-bispo-de-bragancamiranda.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2010/10/torre-de-moncorvo-igreja-despojos-da.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2010/11/torre-de-moncorvo-igreja-despojos-da.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2012/02/torre-de-moncorvo-o-circulo-das-pombas.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/12/moncorvo-igreja-matriz-passagem.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/12/igreja-matriz-nichos.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/06/torre-de-moncorvo-igreja-matriz-ao-deus.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/05/igreja-matriz-agricultura-biologica.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/05/torre-de-moncorvo-igreja-matriz.html
http://lelodemoncorvo.blogspot.pt/2011/04/moncorvo-jardim-suspenso-da-igreja.html

8 comentários:

  1. O título não deixa de ter a sua graça.

    Mas o estendal de copos e garrafas que se vê nesta foto, as ervas daninhas nas juntas das pedras do adro, as cruzes mutiladas, tudo com um aspecto de vergonhoso abandono ...
    Respondem-me: se não há dinheiro para a saúde e educação, ou seja , para cuidar dos corpos e mentes, como há-de haver dinheiro para cuidar das almas?
    Mas continuam os nossos governantes e políticos a recusar as leis que puniriam o enriquecimento ilícito, a recusar taxar as grandes fortunas, as transações financeiras, a colocar as sedes das empresas na Holanda e onde muito bem entendem, continuam a receber vencimentos e reformas milionárias, a dar empregos - que não trabalho - aos Jotinhas , aos compadres, sobrinhos e amigalhaços, a Justiça deixa os casos de corrupção ou prescrever ou serem anulados "por falta de provas" . Meu Deus ! Ao que isto chegou !! É obsceno !
    Quem disse que vivemos num Estado de Direito? Vivemos numa cleptocracia desenfreada.
    Numa palavra: vivemos numa CORRUPTOCRACIA.
    E mais não digo, que me sinto muito mal.

    Júlia Ribeiro

    ResponderEliminar
  2. O João Jardim é da Copus Night.Pelas fotos é sexta à noite.O IGESPAR devia fazer uma visita guiada pelo estado lamentável em que se encontra a nossaa Igreja.botem lá mais fotos, há merda a todo a hora.
    Mazouquista

    ResponderEliminar
  3. Os senhores dos bares que passam cá para fora estes artefactos, deveriam ser punidos (é de lei)? Taxados (mais? dizem eles)? A ACIM deveria ter uma palavra a dizer na resolução desta situação? A Câmara deveria alargar o horário de limpeza do Centro Histórico (se calhar já alargou mas o concessionário presta um mau serviço)? Tantas parcerias...!
    Mas pior que o lixo que fica durante algum tempo, é o barulho infernal produzido em altas horas da noite em festarolas de karaoke e outras em clara violação da lei. A estes, não há veterinários que os consigam calar.
    Bird.

    ResponderEliminar
  4. VERBAS DESTINADAS AO RESTAURO E LIMPESA DA IGREJA E ADRO.
    -Senhas do Dr. Jorge Sampaio
    – Fundação Cidade de Guimarães

    E VIVA PORTUGAL!!!!!!!!!

    CONTRA FACTOS...
    Reencaminhem, p.f., ao maior nº de contactos possível!
    É imperioso e urgente que o nº máximo possível de Portugueses tomem conhecimento destas vergonhas!!!
    Verdadeiro crime social!!! (entre muitos outros).

    Folha salarial da Fundação Cidade de Guimarães

    Folha salarial (da responsabilidade da Câmara Municipal) dos administradores e de outros figurões, da Fundação Cidade de Guimarães, criada para a Capital da Cultura 2012:
    - Jorge Sampaio - Presidente do Conselho de Administração:
    14.300 € (2 860 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 500 € por reunião
    - Carla Morais - Administradora Executiva
    12.500 € (2 500 contos) mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião

    - João B. Serra - Administrador Executivo
    12.500 € mensais + Carro + Telemóvel + 300 € por reunião
    - Manuel Alves Monteiro - Vogal Executivo
    2.000 € mensais + 300 € por reunião

    Todos os 15 componentes do Conselho Geral, de entre os quais se destacam Jorge Sampaio, Adriano Moreira, Diogo Freitas do Amaral e Eduardo Lourenço, recebem 300 € por reunião, à excepção do Presidente (Jorge Sampaio) que recebe 500 €.

    Em resumo: 1,3 milhões de Euros por ano (dinheiro injectado pelo Estado Português) em salários.
    Como a Fundação vai manter-se em funções até finais de 2015, as despesas com pessoal deverão ser de quase 8 milhões de Euros!!!
    Reparem bem: Administradores ganhando mais do que o PR e o PM!

    Esta obscenidade acontece numa região, como a do Vale do Ave, onde o desemprego ronda os 15 % !!!

    Alguém acredita em leis anti-corrupção feita por corruptos?

    Sacristão desempregado inscrito no centro de emprego.

    ResponderEliminar
  5. Adriano Moreira... Até tu Adriano? não nos bastava o Sócrates ,Vara e Duarte Lima.Afinal o reino maravilhoso é em Lisboa.
    M.C.

    ResponderEliminar
  6. ,Vara e Duarte Lima o Bloco Central em força e em directo.

    ResponderEliminar
  7. O senhor D. Januário não diz nada a isto?
    A igreja tem dinheiro. Não precisa do estado.

    ResponderEliminar
  8. Que grandes filhos da mãe...e apregoam eles a justiça social..Qual? Isto é um salve se quem puder. É por isso que o pais está como está. E querem fazer pensar que é com a merda dos subsídios e a encolher os vencimentos que as contas do pais vão ao lugar..ai vão vão..vão é encher os bolsos desses mamões .. Nao é justo ..são todos iguais !! Este povo está manso de mais...Nao há jovens licenciados a sério que possam ocupar esses lugares? Os jovens têm que sair..até me esquecia disso..!..!

    ResponderEliminar