quinta-feira, 7 de julho de 2016

Património: Órgão histórico da igreja de Torre de Moncorvo salvo de «abandono e degradação»



Peça renovada vai ser mostrada ao público no dia 15 de julho depois de uma intervenção orçada em 80 mil euros.

Bragança, 06 jul 2016 (Ecclesia) – O órgão de tubos da igreja matriz de Torre de Moncorvo vai ser inaugurado no dia 15 de julho, depois de uma intervenção de restauro orçada em mais de 80 mil euros.

De acordo com um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, o projeto teve início em 2013 devido à situação de “abandono e degradação daquele órgão histórico”.
Foi posto em marcha através do apoio de um programa operacional da Direção Regional de Cultura do Norte, e da candidatura intitulada “Património Religioso do Leste Transmontano”.

Os trabalhos incluíram a “conservação e restauro da caixa” do órgão, o “reforço estrutural” do mesmo, também “ações de desinfestação e limpeza” e “reconstituições em zonas de lacuna, quer na talha quer na pintura”.

Em 2015 começaram as obras de “restauro da componente funcional do órgão”, com a “recuperação de toda a sua mecânica e material sonoro histórico, bem como na reconstituição de peças em falta, dentro dos limites impostos pelas características da sua construção de origem”.

 “Foram substituídos apenas os acrescentos posteriores inadequados. O restauro culminou com os trabalhos de montagem, harmonização e afinação final, por forma a reencontrar o caráter sonoro particular do instrumento”, pode ler-se.


Com esta intervenção, espera-se agora que “o órgão histórico da igreja de Nossa Senhora da Assunção, da Vila de Torre de Moncorvo”, possa agora “resgatar o seu protagonismo como instrumento da Igreja por excelência”.

Os impulsionadores do projeto – Direção Regional da Cultura do Norte, Câmara Municipal de Torre de Moncorvo – esperam ainda que o órgão, cuja origem deverá remontar ao século XVII, se assuma também “como um meio de dinamização cultural e valorização turística da região”.

A inauguração do renovado órgão de tubos está marcada para dia 15 de julho, com uma Missa na igreja Matriz de Torre de Moncorvo, a partir das 18h30.

Esta celebração vai contar com a presença do bispo de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro; do diretor regional de Cultura do Norte, António Ponte; e do presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, Nuno Gonçalves.


Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt/noticias/nacional/patrimonio-orgao-historico-da-igreja-de-torre-de-moncorvo-salvo-de-abandono-e-degradacao/

Sem comentários:

Enviar um comentário