sexta-feira, 22 de julho de 2016

"Pontes do Rio Douro" - As excluídas













Peso da Régua,  (Lusa) -- O Museu do Douro inaugura, na quarta-feira, no Peso da Régua, a exposição "Pontes do Rio Douro" que retrata 18 obras de arte ainda em atividade e que foram construídas ao longo de dois séculos.
Esta exposição, que assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - Do Património Mundial ao Património Local: proteger e gerir a mudança, estará patente até 17 de junho.
A mostra irá percorrer a Região Demarcada do Douro a partir de 2013.

Fotos: Ponte do Pocinho (A.F.F.M.) e da Barca D'alva (Rui Camboias)
Nota: Para abrir a página(ampliar as fotos), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação.

Reedição de posts desde o início do blogue.

3 comentários:

  1. Tão bonitas.Com a euforia da REFFER ainda viram ciclovias.Do mal o menos.Dizem que andam a reutalizar as vigas da linha do Sabor em grades de prisão.Gostava de ver o Godinho e comandita a acariciá-las.
    LAG

    ResponderEliminar
  2. Luís Manuel Branquinho Pinto escreveu:Obrigado amigo Leonel.
    Já deixei o recado na página do Museu do Douro no facebook.
    É uma falha monumental de um museu que tem a pretensão de representar toda a região do Douro.
    Lamentavelmente o centralismo não se manifesta apenas na capital!

    ResponderEliminar
  3. É MELHOR IR VER A EXPOSIÇÃO. DEVIA VER ANTES DE COMENTAR. PELO QUE LÁ VI TEM 18 PONTES ACTIVAS E QUATRO QUE POR ALGUM MOTIVO ESTÃO DESACTIVADAS OU FORAM DEMOLIDAS.
    MUITO BELA A EXPOSIÇÃO, SIMPLES E MUITO BEM ORGANIZADA.
    PARABÉNS AO MUSEU DO DOURO.

    ResponderEliminar