terça-feira, 19 de julho de 2016

TORRE DE MONCORVO - EFEMÉRIDES (19/07)

19.07.1783 – Em reunião da câmara de Moncorvo presidida pelo juiz de fora Columbano Pinto Ribeiro de Castro e Sá,
“foi presente Joaquim de Castro, espanhol, mestre vidraceiro, assistente em Salamanca, pelo qual, depois de ter visto e examinado a obra de vidração das frestas da igreja matriz desta vila, foi dito se obrigava por sua pessoa e bens a reedificá-la de tudo o necessário, assim dos vidros que lhe faltavam como das redes de arame que as acautelam e defendem, abrindo e pregando estas à cantaria das mesmas frestas e acrescentando a mesma rede naquelas que precisarem, fazendo inteiramente de novo a fresta que recai sobre o altar de Nossa Senhora, por ser a que está mais desbaratada, e toda esta obra se obrigava a fazê-la pela quantia de 16 000 réis, com obrigação de que por parte desta câmara, como administradora dos bens da mesma igreja se lhe pagaria ao homem que houvesse de ajudar a mudar as escadas e ao mestre ferreiro todo o ferro de escápulas ou outro qualquer ferro que houvera de fazer, necessário para a segurança das mesmas redes de arame de todas as frestas em que se houvera de bulir, aprontando-se-lhe também alguma argamassa que necessária for para a mesma obra. E nesta conformidade houveram por justa a dita obra que se obrigou a fazer o referido mestre vidraceiro no termo de 20 dias, sujeito a qualquer rebaixa que no exame e aprovação desta obra possa acontecer, por falta que na mesma se descubra e haja da parte do mesmo mestre”.
19.07.1910 – Notícia de que se andava construindo a Escola do Felgar, sendo o construtor Abílio Augusto Canijo Teixeira, do Porto.
António Júlio Andrade

1 comentário:

  1. Ainda existe a velha escolado Felgar?Se existe o que é hoje?Abandonada,como tantas do nosso concelho?

    ResponderEliminar