segunda-feira, 4 de julho de 2016

Câmara Municipal de Torre de Moncorvo promoveu II Encontro de História e Cultura Judaicas


A Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo recebeu nos dias 24 e 25 de Junho o II Encontro de História e Culturas Judaicas.

A iniciativa surgiu com forma de promoção e divulgação do vasto património judaico existente no concelho e da aposta do Município no Turismo Judaico.


Durante os dois dias foram abordados e discutidos vários temas sobre o judaísmo, nomeadamente “Plantas na Bíblia e na Cultura Transmontana”, “apontamentos para a caracterização do Trás-os-Montes Judaico”, “Centro de Interpretação da Cultura Sefardita do Nordeste Transmontano”, “José Álvares da Silva: Causas dos Terramotos e preocupações médicas contra os seus efeitos”, “Interações culturais-judaico-cristãs na Idade Moderna”, “Aspetos da comunidade judaica portuguesa em Amesterdão: cemitério e sinagoga” e “ A voz de Deus – o julgamento dos profetas”. 


No decorrer do encontro foram ainda apresentados dois livros, de autores moncorvenses, sobre a temática do judaísmo. “A Morte de Germano Trancoso” da autoria de José Mário Leite foi apresentado por Adília Fernandes e “ Na Rota dos Judeus – Celorico da Beira” de Maria Fernanda Guimarães e António Júlio Andrade, apresentado por António Castro.

De destacar a visita guiada, por António Júlio Andrade, à rota dos judeus de Moncorvo, com a teatralização de alguns momentos pelo Grupo Alma de Ferro Teatro. A Rota passou por locais como a sinagoga, rua nova, rua dos sapateiros, casa dos navarros, casa da inquisição, Praça Francisco Meireles, tríptico da Santa Parantela e a nível gastronómico pelas cobrideiras de amêndoa, que fabricam as conceituadas amêndoas cobertas de Torre de Moncorvo. Existem muitas outras marcas da presença de judeus nas freguesias, como é o caso do Lagar da Cera de Felgueiras e várias inscrições nas ombreiras das portas, encontradas nas aldeias de Felgueiras, Açoreira, Adeganha e Castelo.

O II Encontro de História e Cultura Judaicas encerrou com as palavras do Coordenador Científico, Professor Adriano Vasco Rodrigues e do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, Victor Moreira.

Victor Moreira referiu que “O município de Torre de Moncorvo quer afirmar-se no panorama da cultura judaica, seja na realização anual destes encontros, seja na concretização do centro de estudos judaicos Maria da Assunção Carqueja e Adriano Vasco Rodrigues, agora candidatado e já submetido ao programa 2020, seja na participação interventiva na Rede de Judiarias, que terá no dia 1 de Julho, em Castelo de Vide, uma assembleia para que os municípios que a constituem possam uniformizar a identificação da rede, passo importante para todo o projeto.” Como complemento, está patente no átrio da Biblioteca

Municipal a exposição “Vestes da Fé”, da coleção de Arnaldo Silva constituída por paramentos dos séculos XVIII e XIX.

Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, 28 de Junho de 2016
Luciana Raimundo


1 comentário:

  1. Como gostava de ter estado presente !Desconhecia a grande riqueza histórica de Moncorvo .Tenho um fascínio enorme por toda a História dos Judeus e em particular pela que que diz respeito aos sefarditas .Este ano fui convidada ,mas por ser muito em cima da hora ,não me foi possível comparecer .Obrigada pelo relato do II encontro .Gostei de saber .

    ResponderEliminar