segunda-feira, 28 de julho de 2014

A MULHER QUE VENCEU DON JUAN - em Moncorvo

Padre Victor na Igreja Matriz de
Torre de Moncorvo.
Fotografia de Filipe Calado
A senhora Adelina teve o gosto de assistir ao casamento do seu filho no registo civil, em Lisboa, e até mudou de opinião sobre o valor indiscutível do casamento religioso que não tinha garantido nenhuma bênção de felicidade à nora. Mas, lá  bem no fundo do seu coração de mãe, tinha desejado outra coisa e não podia compreender por que  motivo as pessoas só podiam casar-se uma única vez pela Igreja. Logo agora que tinham lá aquele  padre Victor, um rapaz novinho, que entusiasmava  novos e  velhos, a Igreja sempre cheia. Aquela gente ia à missa como quem vai para uma festa.O padre era músico, tinha gravado um CD, que foi aproveitado para banda sonora de uma telenovela. Nunca se vira uma coisa assim por aqueles lados. Ai, graças a Deus!
Fonte: A MULHER QUE VENCEU DON JUAN de Teresa Martins Marques,Editora Âncora.
Nota do editor: O livro será apresentado por José Mário Leite ,sexta,1 de Agosto,pelas 21 horas,na Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo.

2 comentários:

  1. Era bonito que o senhor Padre estivesse presente.Bom homem representa o espirito do Papa Francisco.Envergonhamo-nos com o padre João e temos muito orgulho no Padre Victor.O Padre Sobrinho é o nosso avô rabugento.
    Crente

    ResponderEliminar
  2. Que pena não poder estar aí convosco !

    Abraços para a Teresa, para o Pe Victor e para todos os presentes.
    Júlia

    ResponderEliminar