segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Barragem do Pocinho

Fotografia enviada pelo Camané
Barragem do Pocinho está localizada no distrito da Guarda, município de Vila Nova de Foz Côa, junto à aldeia do Pocinho, em Portugal e é propriedade da EDP.
O Aproveitamento Hidroeléctrico do Pocinho fica situado sensivelmente a meio do troço delimitado pelas confluências dos rios Côa e Sabor.
A sua albufeira, à cota máxima de retenção normal de 125,50 m, estende-se ao longo de 40 km e tem uma capacidade total de 83.070.000 , sendo apenas de 12.240.000 m³ o volume utilizável em exploração normal. Este aproveitamento, o mais a montante do troço nacional do Douro, entrou em serviço em Março de 1983, tendo sido o quarto a ser realizado no referido troço.
A barragem do Pocinho é constituída essencialmente por uma central, implantada junto da margem esquerda, por uma Barragem-Descarregador na continuidade daquela e separada dela pelo muro Barragem-Central, onde se integra uma eclusa de peixes, do tipo Borland e por uma eclusa do canal de navegação do Douro no encontro direito da barragem, com um comprimento de cerca de 90 m e uma largura de 12,1 m. A jusante da central, na encosta da margem esquerda, encontra-se a subestação.
A Barragem é de betão, do tipo Gravidade alijeirada por meio de uma grande galeria na base. O descarregador principal, equipado com 4 comportas segmento, está dimensionado para uma vazão máxima de 15 000 m³/s. O aproveitamento dispõe ainda de uma descarga auxiliar instalada no muro Barragem-Central, com uma capacidade de vazão de 310 m³/s. Uma das comportas do descarregador principal está equipada com um volet, dimensionado para um caudal de 70 m³/s. A Central, com uma nave principal de dimensões 84x21x31 m, está implantada junto da margem esquerda.
A capacidade instalada é de 186 MW e a produção média anual de 534 GWh. Está equipada com 3 grupos geradores constituídos por turbinas Kaplan de eixo vertical, de 57.600 kW, acopladas a alternadores trifásicos de 62 MVA. Os três grupos geradores possuem circuitos hidráulicos de adução e restituição independentes.

No topo da central está instalada a sala de comando e outras salas para serviços e equipamentos auxiliares. A subestação de transformação está equipada com 3transformadores trifásicos, 10/240 kV, de 62 MVA e está ligada por uma linha à subestação da Rede Eléctrica Nacional, localizada na margem direita.
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Barragem_do_Pocinho

2 comentários:

  1. A energia eléctrica produzida no conjunto das barragens do Douro tem um papel fundamental no desenvolvimento da economia portuguesa, a que, ao que parece, não se tem dado a melhor importância e os transmontanos e nordestinos merecem certamente mais atenção.

    ResponderEliminar
  2. Luis Dias :
    Propriedade ou concessão da EDP?

    ResponderEliminar