quinta-feira, 24 de novembro de 2016

TORRE DE MONCORVO - IGREJA (1902 / 2009))



(Reedição de posts desde o início do blogue)

5 comentários:

  1. embora o enquadramento seja idêntico o fotógrafo da foto mais antiga estava num plano superior á calçada provavelmente no 1º piso da Maria Soteira. o pormenor do urinol se calhar nem estava mal visto, assim provavelmente os mais apertados não conspurcavam as traseiras da igreja com dejectos.O adro mais comprido e aberto era mais estéctico e convidava a entrar....

    ResponderEliminar
  2. Entrada diferente, um burrinho amarrado ao muro do adro ,um urinol(será que o dono do burro estacionou para ir ao W.C.?),um cruzeiro do lado direito(quem entra)e as famosas estátuas em seu sítio!E A FIGUEIRA NO SEU LUGAR!!!

    ResponderEliminar
  3. A figueira está nas duas fotografias.É uma maravilha! É um simbolo da terra.Não a arranquem como alguns tecnicos querem.

    ResponderEliminar
  4. Na foto da esquerda andam 4 senhores a passear no adro e na bonita não há ninguém .1º:os do adro não eram dótores e o adro era o picadeiro que lhes tocava.2ºna outra nem gente nem dótores, expulsos pelo chafariz da praça. Onde estão os DOTóres da PRAÇA? Desapareceram? Razão tinha o Senhor Barros em dizer que não era DOUTOR!
    Diz-me um amigo, que como eu anda por fora, que de vez enquanto ainda aparece um, mas estão em extinção e pensam mesmo fazer uma candidatura ao Ambiente para a protecção da espécie.

    ResponderEliminar
  5. tantas casinhas se fariam para os desfavorçidos dessa época

    ResponderEliminar