sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

TORRE DE MONCORVO - QUEIMA DAS FITAS



Pois é !
E alguém vai limpar as lágrimas ao ver esta fotografia, tendo como fundo a Torre da Cabra.
Provavelmente no dia da Queima das (suas) Fitas.
Lembro-me de ver esta fotografia em casa dos meus pais, quando era pequeno. Encontrei-a !
Adivinhem :quem é ?

F.Garcia

Clique na imagem para aumentar ou abra a imagem numa nova janela para poder ampliá-la ainda mais.
(Clique com o botão direito do rato em cima da imagem que pretende ampliar e depois escolha a opção: "Abrir hiperligação numa nova janela", na mesma surge ainda uma lupa com um + para poder ampliar uma segunda vez)



(Reedição de posts desde o início do blogue)

9 comentários:

  1. Não tenho bem a certeza ...mas esta Senhora parece que é a ilustre moncorvense,primorosa contadora de estórias,que muito nos tem divertido e encantado com o que escreve.Será?

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar
  2. Oh, Fernando, mas que partida tão sem jeito .
    Vou contar aos Amigos blogueiros que este mesmo Fernandinho fez o 1º Ano Liceal no Liceu da Figueira da Foz, para onde eu havia sido nomeada como professora. Este raparigo era espantosamente inteligente. ! Guitcho que nem um alho. Foi das berças até à cidade, mas isso não o impediu de ser o melhor aluno não só da sua turma, como o melhor desse 1º Ano e a sua nota - que rondou o 20 - foi a melhor de todo o Liceu.
    Estás a ver, queridíssimo, a minha vingança? Pus-te a careca ao léu.
    E porque foi este menino, então com 10 anos, para o Liceu da Figueira da Foz? Porque a mana Teresa, minha afilhada, gostava tanto da madrinha que quis ir fazer o 5º ano para junto dela. E lá foram os 3 irmãos: a saudosa Mizé , com 21 anos e que tomava conta dos maninhos, a Teresa com !5, com uns olhos grandes e claros como uma manhã de Abril, e este raparigo ainda tão piquinino . Foi um ano glorioso !

    Um abraço imenso, Fernando, e outro para a Teresa.
    Diz-lhe que apareça por aqui.

    Júlia

    ResponderEliminar
  3. Quantas primaveras? 20? 21?

    Maria Augusta

    ResponderEliminar
  4. Uma querdoirense de que temos munto orgulho. Nunca se esqeceu de nós nem da Querdoira. Venha até cá que temos mais contos para contar.
    Maria da Querdoira.

    ResponderEliminar
  5. Ficamos a saber que o Dr. Fernando Garcia era um rapaz assim esperto já em pequenino. Mas não é novidade, porque continuou esperto em rapaz crescido e como médico muito competente.
    Fui doente dele e sempre bem tratada.
    Obrigada.
    Conceição Afonso.

    ResponderEliminar
  6. Olá, Amigas querdoirenses:

    Primaveras? Eram quase 20. Agora são Outonos, quase Invernos.
    Terei muito gosto em ouvir os vossos contos e, para além de ir à Corredoura, se calhar terei de ir ao Lar escutar a Júlia Trovões e mais algumas Marias.

    Abraços
    Júlia

    ResponderEliminar
  7. Foram anos de uma infância/juventude feliz; desde os meus dias de Escola Primária em Moncorvo, com colegas extraordinários, muitos deles melhores alunos que eu, mas que a pobreza e falta de oportunidades lhes vedou o acesso a horizontes que eu tive, aos dias de glória na velha Academia (assim de chamava a secção do Liceu onde funcionava o Primeiro Ciclo)na Figueira da Foz,onde havia dois moncorvenses alunos e UMA MONCORVENSE professora, mais tarde no Liceu de Bragança e depois no de Vila Nova de Gaia,foram anos de grande esforço dos meus pais, de profunda amizade de pessoas que eram mais que família - a Drª Júlia e a sua mãe - Tia Antoninha,( que em pequeno pensava que era mesmo minha tia . . .)de colegas de Liceu que recordo com saudades, de professores brilhantes, ásperos às vezes, mas justos e amigos, enfim, não me posso queixar.
    Quanto à partida, virou-se o feitiço contra o feiticeiro, e somos dois a limpar as lágrimas.
    Os elogios estão inflacionados!
    À minha doente que escreveu um comentário respondo que gostei (não nego), mas é a minha profissão e obrigação !
    Já estou a roubar muito espaço e tempo no Blogue a falar de mim, e isso pouco interessa.
    Para todos um abraço e a promessa que hei-de voltar com mais fotos interessantes.

    F. Garcia
    Mirandela

    ResponderEliminar
  8. Então venham as fotos e mais textos,porque gostamos do que escreve.Além de médico competente,revela grande sensibilidade, modéstia e jeito para contar,o que muito apreciamos.

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar
  9. Subscrevo inteiramente as palavras de Uma Moncorvense.Até porque me parece que já detecto no ar um leve cheiro de mais um médico a virar escritor. E eu que nem tenho faro de perdigueiro ...

    Abraço
    Júlia

    ResponderEliminar