sábado, 27 de julho de 2013

Tiago Rodrigues e o seu " Mundo Perfeito" mudaram-se para São Paulo



Queridos amigos,
 O Mundo Perfeito mudou-se para São Paulo, onde vamos apresentar 4 espectáculos em 3 semanas e Tiago Rodrigues dirige uma oficina com artistas locais. Além das peças “Se uma janela se abrisse” e “Três dedos abaixo do joelho”, este programa vai abordar as colaborações do Mundo Perfeito com companhias brasileiras: “Mundo Maravilha”, criado em colaboração com os cariocas Foguetes Maravilha, e a novíssima “Peça romântica para um teatro fechado”, que Tiago Rodrigues dirigiu no Teatro Ipanema com actores provenientes de quatro companhias brasileiras.

 MUNDO MARAVILHA

uma criação colectiva de Mundo Perfeito (PT) e Foguetes Maravilha (BR)
de e com Alex Cassal, Cláudia Gaiolas, Felipe Rocha, Paula Diogo, Renato Linhares, Stella Rabello e Tiago Rodrigues

26, 27 e 28 de Julho – SESC Belenzinho
Sexta e sábado às 21h, Domingo às 18h

PEÇA ROMÂNTICA PARA UM TEATRO FECHADO

texto e direcção de Tiago Rodrigues
Companhia Provisória: Pequena Orquestra, Cia Teatro Independente, Cia dos Outros, Clube Paradoxo
com Alessandra Colasanti, Carolina Bianchi, Joana Lerner, Julia Marini, Keli Freitas, Michel Blois, Pedro Henrique Monteiro, Rodrigo Nogueira, Tomás Decina e Vinicius Arneiro


31 de Julho, 1 e 2 de Agosto – SESC Belenzinho
Quarta, quinta e sexta às 21h


SE UMA JANELA SE ABRISSE

de Tiago Rodrigues
com Alexandre Talhinhas, Bernardo de Almeida, Cláudia Gaiolas, Paula Diogo e Tiago Rodrigues


2, 3 e 4 de Agosto – SESC Belenzinho
Sexta e sábado às 21h, Domingo às 18h

TRÊS DEDOS ABAIXO DO JOELHO

de Tiago Rodrigues
com Isabel Abreu e Gonçalo Waddington

9, 10 e 11 de Agosto – SESC Belenzinho

Sexta e sábado às 21h, Domingo às 18h


 Oficina dirigida por Tiago Rodrigues

DECORAÇÃO DE INTERIORES

4 e 5 de Agosto.
Sábado, das 14h às 17h
Domingo, das 13h às 16h


Nota do editor do blogue: Tiago Rodrigues(primeiro á esquerda) é filho do jornalista e poeta moncorvense Rogério Rodrigues e da médica egitaniense Arlete Rodrigues.

4 comentários:

  1. Tiago Rodrigues (Lisboa, 1977) é um actor português.
    Actor, dramaturgo, produtor e encenador, é director artístico do Mundo Perfeito, estrutura que criou em 2003. Recentemente, o jornal Público considerou Tiago Rodrigues um dos mais influentes jovens criadores da última década em Portugal. Seja a trabalhar 14 horas por dia como aprendiz numa cozinha de três estrelas Michelin para criar "O que se leva desta vida", a filmar um dos mais conhecidos pivôs de Telejornal em silêncio para o espectáculo "Se uma janela se abrisse" ou a encenar um espectáculo na fachada de um edifício em "Hotel Lutécia", o trabalho de Tiago Rodrigues tem sido reconhecido pela sua capacidade de derrubar fronteiras entre o teatro e diferentes realidades.
    Desenvolvendo o seu trabalho como actor, encenador, produtor e dramaturgo, Tiago Rodrigues nasceu em 1977. Aos 21 anos, desiste da escola de teatro para trabalhar com a companhia belga tg STAN, com a qual continua a colaborar desde 1998, tendo co-criado e interpretado espectáculos em inglês e francês apresentados em mais de 15 países. No seus primeiros anos como actor, também colaborou com os Artistas Unidos e com o colectivo SubUrbe, ao mesmo tempo que dirigia criativamente vários programas de televisão alternativos, entre os quais o premiado "Zapping", como argumentista para televisão com as Produções Fictícias e como cronista em vários jornais como o Diário de Notícias, Expresso e A Capital.
    Em 2003, decide sediar a sua actividade em Lisboa e cria a estrutura Mundo Perfeito em conjunto com Magda Bizarro, onde continua a desenvolver um trabalho fortemente baseado na colaboração artística e nos processos colectivos, criando uma grande quantidade de espectáculos num curto período de tempo, alguns produzidos por prestigiados festivais como o Alkantara Festival ou o Festival d'Autaumne à Paris, e fazendo digressão em países como Portugal, França, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Noruega, Suécia, Itália, Eslovénia, Espanha, Itália, Suíça, Líbano e Brasil. Além de co-criações internacionais como "Berenice", com os já seus conhecidos belgas tg STAN ou "Yesterday's Man", com os artistas libaneses Rabih Mroué e Tony Chakar, Tiago Rodrigues foi co-autor de espectáculos com alguns dos mais relevantes criadores portugueses. Também levou à cena textos inéditos de autores internacionais como Tim Etchells ou Nature Theatre of Oklahoma, tal como de dezenas de autores portugueses, entre os quais se destacam José Luís Peixoto, Jacinto Lucas Pires, José Maria Vieira Mendes ou Miguel Castro Caldas.
    CONTINUA

    ResponderEliminar
  2. Também com o Mundo Perfeito, criou e coordenou os projectos "Urgências", no âmbito da nova dramaturgia portuguesa, e "Estúdios", dedicado à colaboração artística entre criadores portugueses e estrangeiros.
    Aos 26 anos, começa a trabalhar como professor convidado na escola de dança contemporânea PARTS, em Bruxelas, dirigida pela coreógrafa Anne Teresa De Keersmaeker. Depois disso, dá aulas em diversas escolas de teatro e dança em Portugal, entre as quais a Universidade de Évora, ESMAE, Balleteatro e Escola Superior de Dança de Lisboa, assim como no estrangeiro, seja em programas universitários como o mestrado "The Autonomous Actor" em Estocolmo, ou dirigindo workshops para actores nos teatros onde também faz digressão.
    Em 2010, Tiago Rodrigues inicia uma nova etapa no seu percurso, passando a criar as suas próprias peças, embora continue a desenvolver colaborações artísticas. A primeira peça que escreve e dirige intitula-se "Se uma janela se abrisse" e mereceu uma nomeação para Melhor Espectáculo do Ano pela SPA. Além do seu trabalho pessoal, Tiago Rodrigues colaborou como dramaturgista e autor de textos em três obras do coreógrafo Rui Horta e também como dramaturgista e tradutor dos textos de Rodrigo Garcia para os criadores Ana Borralho e João Galante.
    Tiago Rodrigues também tem continuado o seu trabalho como actor e argumentista para cinema e televisão, colaborando com realizadores como Tiago Guedes e Frederico Serra, João Canijo, Bruno de Almeida e Marco Martins, entre outros. Em "Mal Nascida", de João Canijo, filme seleccionado para a competição oficial do Festival de Veneza, a sua interpretação mereceu-lhe o Prémio de Melhor Actor Secundário de 2008 da GDA. Recentemente, escreveu o argumento e também foi actor da mini-série "Noite Sangrenta", vencedora do prémio de Melhor Ficção Televisiva da SPA e nomeada para o prémio de Melhor Mini-série no Festival Internacional de TV de Monte Carlo, ao lado de produções de todo o mundo.
    Tiago Rodrigues também tem vindo a desenvolver vários projectos artísticos comunitários como uma oficina de escrita criativa com menores detidos em centros educativos que mais tarde resultou num programa no Rádio Clube Português; escrevendo e dirigindo o espectáculo "Bela Adormecida" com actores e bailarinos maiores de 60 anos, dando origem à Companhia Maior; escrevendo o texto "A mulher que parou" para o projecto de teatro desenvolvido pela associação Alkantara no bairro da Cova da Moura; escrevendo também o texto "Coro dos maus alunos" para o projecto PANOS, da Culturgest, que foi levado à cena por mais de uma dezena de grupos de teatro escolar em todo o país; ou coordenando a criação de uma peça colectiva por estudantes do secundário acerca do tema Governar, em colaboração com o Teatro Maria Matos.
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiago_Rodrigues

    ResponderEliminar
  3. Parabéns ao Tiago Rodrigues , ao seu grupo e demais colaboradores.
    Muitos e estrondosos êxitos.

    Um grande abraço
    Júlia

    ResponderEliminar
  4. Parabéns,Tiago! Parabéns, Arlete e Rogério!
    Desejo a continuação dos êxitos.E muita saúde e felicidade para o mais recente membro da família,a segunda filha do Tiago.

    Uma amiga

    ResponderEliminar