quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

FREIXO DE ESPADA À CINTA - SÍMBOLOS














Fotos enviadas por R.C.

Nota: Para abrir a página(ampliar as fotos), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação.

Ver:


Reedição de posts desde o início do blogue

3 comentários:

  1. Freixo de Espada à Cinta é uma vila portuguesa, pertencente ao Distrito de Bragança, Região Norte e sub-região do Douro, com cerca de 2 100 habitantes.

    É sede de um município com 244,49 km² de área e 3 780 habitantes (2011),[1] subdividido em 6 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Mogadouro, a leste e sul pela Espanha (especificamente nos municípios de Mieza, Vilvestre, Saucelle, Hinojosa de Douro, e A Fregeneda), a sudoeste por Figueira de Castelo Rodrigo e Vila Nova de Foz Côa e a oeste e noroeste por Torre de Moncorvo.

    O poeta e político Guerra Junqueiro nasceu em Freixo de Espada à Cinta a 17 de Setembro de 1850.

    Manuel Maria Sarmento Rodrigues nasceu em Freixo de Espada à Cinta à 15 de Junho de 1899 foi um oficial de Marinha de Guerra Portuguesa, administrador colonial e professor de grande nomeada

    ResponderEliminar
  2. Foi numa noite de trovoada que conheci o Contra-Almirante Sarmento Rodrigues, na sua quinta nas proximidades de Freixo. Talvez pelo ano de 1960.
    A trovoada provocou avaria no telefone e fui com o meu pai levar o técnico especialista dos CTT - não tenho a certeza se o pai do Camané - o sr Ricardo ou se o sr Braga; não sei !
    A noite estava mesmo tenebrosa. Chegámos e fomos recebidos por um indivíduo vestido com uma samarra sem pele na gola, muito simpático, afável, educadíssimo, que cumprimentou o meu pai de uma forma muito amistosa (soube depois que já se conheciam). Enquanto estavam a consertar o telefone, virou-se para mim e perguntou-me se já andava na escola, a classe, perguntas e mais perguntas, muitas perguntas,desde Português a Aritmética e até Geografia, quem era o meu professor, e eu lá ia respondendo. Parece que passei no interrogatório porque o prémio foi uma palmadinha na cara.
    Afinal, pensei eu, é gente como nós! O meu pai tinha-me dito que era uma pessoa importante no Governo (de Salazar) mas para mim era como nós!
    Simples e a falar como nós, trasmontano como nós.
    Era mais alto, bem mais alto que eu !
    O telefone ficou a funcionar.

    E, já agora,consultar [ http://app.parlamento.pt/PublicacoesOnLine/DeputadosAN_1935-1974/html/pdf/r/rodrigues_manuel_maria_sarmento.pdf]

    F. Garcia
    Mirandela

    ResponderEliminar
  3. Só mais umas achegas breves sobre Sarmento Rodrigues.Para além de grande homem de bom trato foi um dos últimos Governadores de Moçambique,sendo Baltazar Rebelo de Sousa o último, se a memória não nos atraiçoa. Sarmento Rodrigues, a quem os freixonitas muito veneram e muitos deverão empregos, na Guarda Fiscal e noutras profissões. Como gratidão ergueram-lhe busto digno em frente do Centro de Saúde de Freixo.Homem de ciência e de horizontes largos também contribuiu para a fundação do Externato Guerra Junqueiro, através de uma sociedade ( A SOCEPE). Sendo grande proprietário, possuía a Quinta de Santiago(localizada nos termos do triângulo Ligares,Poiares e Freixo).Talvez confronte também com o termo de Mós.
    Homem generoso,tal como Adriano Moreira (outro transmontano de Grijó de Macedo de Cavaleiros)chegou a ser apontado como possível sucessor de Salazar tal como o Adriano Moreira também esteve nas intenções de alguns aquando da ascensão de Marcelo Caetano...
    Já agora, e por alto,o filho Sarmento Rodrigues, que também seguiu a Armada,aparecia muitas vezes nas tomadas de posse dos governos do tempo do General Ramalho Eanes,certamente na qualidade de membro da Casa Militar da Presidência da República. Através da televisão dos anos a seguir à Revolução dos Cravos via-se que era um militar elegante,sempre aprumado e, penso muito discreto..
    Ainda outra referência familiar:O Comandante(da TAP)Gomes Mota era genro do Contra- Almirante Sarmento Rodrigues. Era o homem do MASP1 MASP2( Movimento de Apoio a Soares à Presidência).Mário Soares,segundo notícias da época chegou a pernoitar na Quinta de Santiago).
    Sarmento Rodrigues morreu em Belém, onde tinha residência..nos finais do século passado..

    ResponderEliminar