quinta-feira, 27 de abril de 2017

TORRE DE MONCORVO - RIO SABOR (cheia de 1961)

 
                            .
Nota: Para abrir a página(ampliar as fotos), clique no lado direito do rato ;abrem as instruções, e depois clique em abrir hiperligação.
Foto do arquivo do N.M.F.D.S.
                                                                                   

9 comentários:

  1. E vais ver quando a barragem ficar pronta.Nem se encherga a ponte!

    ResponderEliminar
  2. Estive lá a ver essa cheia!!!
    Nessa casa à direita,comia muitas vezes,uns peixes de escabeche,que eram uma delícia.Mas...ainda não havia a ASAE!!

    ResponderEliminar
  3. Tem razão ,os peixinhos fritos ou de escabeche, tintol de garrafão ,um naco de centeio ,bons amigos e a malta da ASAE que vá comer no Burger King deles. Mas estas fotos são impressionantes. Ainda havia muitas aldeias sem ruas pavimentadas e sem luz. Sair de casa devia ser uma aventura. Como seria a vida nessa altura nos Estevais ,Póvoa….
    E os trbalhadores da vilariça ,nesses dias não trabalhavam.Não havia subsidio de desemprego nem segurança social.

    ResponderEliminar
  4. O carro que está a travessar a ponte já inundada era o taxi do sr. Francisco Garcia. Esta sim foi uma aventura dos diabos! J. Andrade

    ResponderEliminar
  5. O saudoso Chico Cabeças.

    ResponderEliminar
  6. Esse taxista, o Sr. Garcia, durante um ano transportou-me a mim e a mais quatro do Pocinho para podermos frequentar a escola em Moncorvo.

    ResponderEliminar
  7. O Sr. Garcia, gostava muito do G.D. de Moncorvo. Um dia , já ele se encontrava doente, mandou-me dizer pela sua filha mais velha (Já falecida), para recebermos bem a equipa do Alijó, que se deslocava a Moncorvo, para jogar contra o GDM, pois segundo o Sr. Garcia, quando nos deslocámos a Alijó, á 50 anos atrás, fomos tão bem recebidos, que até meteu banda e fomos recepcionados na Câmara Municipal. E garanto aqui a todos que caprichámos na recepcão.

    ResponderEliminar