domingo, 14 de maio de 2017

CALDEIRADA DA RIBEIRA, um prato moncorvense















Taberna do Carró. Fotos: Lb.
Caldeirada da Ribeira :
-Feijão pequeno em vagem;
-Batatas aos cubos;
-Tomate;
-Pernil de presunto, palaio, orelheira, pé de porco, carne de vitela, galinha do campo e pão migado.

4 comentários:

  1. E eu na praia,os filhos a comer hambúrgueres e nós pizas. Quem me manda a mim sair de casa,entre a piscina e a foz do Sabor para os miúdos o Carromão e o Carró para mim era melhor e mais barato.Sem sair de casa ...quase.
    Nunca comi a caldeirada,ninguém fazia nos restaurantes.Parabéns ao casal.Há que repetir em Setembro.

    ResponderEliminar
  2. O colesterol é um papão para meter medo aos do litoral para não virem fazer turismo para o interior.O passos Coelho que é de Vila Real devia ir passr férias ao Azibo.Foi prá manta rota,nome bonito para o estado que eles e a troyca criaram.Vivemos na Real República da MANTA ROTA.
    Valha-nos a santa caldeirada.

    ResponderEliminar
  3. presunto, palaio, orelheira, pé de porco.Comidas de férias,de repouso,de conversa com os amigos,de provar vários tintos,assentar com digestivos com gelo e ir devagar a pé para casa.
    Taineiro

    ResponderEliminar
  4. Eu estive lá. Eu comi Caldeirada da Ribeira.
    Há cerca de 60 anos que havia comido Caldeirada da Ribeira pela última vez. (Já pareço o Américo Tomás, no começo de todos os seus "brilhantes discursos" ).
    Voltando à Caldeirada da Ribeira, só vos digo que é divinal e nem vale pensar no "castrol" .
    Parabéns à Dona Dina, ao Quim Morais e ao Francisco, que dá uma mãozinha naquele espaço de boa comida e de bom convívio.

    Abraços
    Júlia Ribeiro

    ResponderEliminar