quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

O Farandulo de Tó - Convite

Da Obra: Esta obra tem como cerne de estudo o “Farandulo de Tó”, cujas raízes, segundo o autor, parecem encontrar eco nas festividades do Solstício de Inverno, durante o período de romanização da Península Ibérica, sendo inédita a hipótese explicativa dos intervenientes nesta festividade, que se perde na memória do tempo. Mas o autor não se fica por aí e, de uma forma coerente e clara, oferece-nos um retrato histórico e cultural da Aldeia de Tó, Concelho de Mogadouro, rica em património arqueológico e histórico e dessa forma, abre portas para outros estudos e outras investigações.
Do Autor: ANTERO Augusto NETO Lopes é natural de Bruçó, concelho de Mogadouro, onde nasceu em Junho de 1969. É licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. É Advogado. Entre outras actividades, foi professor, autarca e dirigente associativo. Tem publicadas as seguintes obras: Serões do Planalto (contos), Editora Labirinto, 2006; Bruçó – As Memórias Paroquiais de 1747 e 1758. Notas Históricas e Etnográficas (ensaio), Editora Cidade Berço, 2010; Toleradas em Mogadouro – O Suicídio de Maria Carçôna, (ensaio), edição do autor, 2012: Homens de Granito – Lema d’Origem (contos), 2013; Marcas Arquitectónicas Judaicas e Vítimas da Inquisição no Concelho de Mogadouro. D. Luís Carvajal Y de La Cueva – Lema d’Origem, 2013. É membro da Academia de Letras de Trás-Os-Montes. Colabora esporadicamente com a imprensa regional e com as revistas “Epicur” e “CEPIHS, Centro de Estudos e Promoção da Investigação Histórica e Social. Mantém o blogue de divulgação local “Ho Mogadoyro”.

1 comentário:

  1. É sempre gratificante, sempre, saber que o nosso canto, o nosso cantinho, o nosso rincão de terra, tem, felizmente, gente desta para a divulgar!
    Parabéns ao senhor advogado, ao escritor, ao amigo da sua Terra!

    ResponderEliminar