quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Trás os Montes - Bons exemplos ( II )

Donos da cafetaria/bar “Tropicália” desde 1994,o casal Fernanda e Paulo Silva é mais um caso de sucesso na nossa terra .A ex-empregada doméstica, com raízes em Estevais, e o antigo trabalhador de uma fábrica de candeeiros no Porto, de onde é natural, abandonaram a cidade e instalaram-se na vila .Ambos empregados do restaurante “Lareira”,no primeiro ano da sua estada em Moncorvo ,em breve iniciaram negócio próprio .Graças ao trabalho árduo de 16 a 18 horas diárias no seu bar, à simpatia natural e à competência profissional, em breve granjearam grande número de clientes e,vivendo desafogadamente, são, finalmente, donos das suas vidas.
Os pequenos-almoços com torradas do saboroso pão de Carviçais,os lanches com sandes das mais variadas, as substanciais sopas do almoço ou jantar e a doçaria caseira confeccionada pela dona Fernanda, são algumas das “especialidades” da casa servidas por este simpático casal. Boas razões para todos irmos ao “Paulo”.

O Editor

7 comentários:

  1. Ántónio Alijó disse: Lelo,é um prazer divulgar-te.Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Joao Rodrigues disse: eles estam de parabens sempre com boa disposiçao TROPICALIA ,ponto de encontro importante um abraço

    ResponderEliminar
  3. Não há torradas tão saborosas como as do Paulo.... todos deviam experimentar.....

    ResponderEliminar
  4. Merecem todo o sucesso que têm. Criaram um espaço onde podemos ter a certeza de ser bem atendidos e recebidos com a simpatia do Paulo.
    Gosto muito. E passo por lá cada vez que estou em Moncorvo.
    Conceição Lucas Silva

    ResponderEliminar
  5. Ana Carvalho disse: TROPICALIA,que saudades

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente,hoje,dia 19,a "Tropicália" esteve fechada.Alguns indivíduos de etnia cigana "invadiram-na",sujaram-na,fizeram a "festa" do costume,vendo-se o senhor Paulo obrigado a encerrar a casa,a fim de evitar distúrbios.Perdeu dinheiro,mas não permitiu que gente sem princípios de educação e de higiene conspurcasse o seu bar e incomodasse os seus habituais clientes.Obrigada ,senhor Paulo,pela sua sensatez.
    E,por favor,não me acusem de racista.Nada tenho contra ciganos educados.Tenho respeito por quem é educado,seja ele/ela quem for.

    Uma moncorvense

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho bem o que o senhor Paulo fez.

      Eliminar