sexta-feira, 29 de julho de 2011

Bombeiros conseguiram dominar incêndio em Torre do Moncorvo

Foram precisas mais de 40 horas para dominar fogo na Quinta da Nogueirinha


O incêndio que lavrou desde as 12 horas de terça-feira na Quinta da Nogueirinha, em Torre de Moncorvo, já foi dado como dominado, mas continuam no terreno 50 bombeiros e 12 veículos, disse o Comandante Distrital de Operações.
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/interior.aspx?content_id=1934105
Foto Ricardo Júnior/GLOBAL IMAGENS


 Videos  :

http://sicnoticias.sapo.pt/pais/article713057.ece
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?t=Dominado-incendio-em-Torre-de-Moncorvo.rtp&headline=20&visual=9&article=464923&tm=8

12 comentários:

  1. Bem Comer Bem Beber disse: eu não gosto nada disto, ardeu 1000 oliveiras, pinhal, amendoeiras, quem é que gosta disto? eu não

    ResponderEliminar
  2. Graça Mendes Mendes disse:Uma tristeza quando o verde dá lugar ao preto....morre um pouquinho de nós tb....

    ResponderEliminar
  3. Luís Afonso Guardado disse: É o nosso inferno.Até quando?

    ResponderEliminar
  4. Joao Pintos Dos Santos disse:basta chegar o verão para ser igual todos os anos.............

    ResponderEliminar
  5. Anny Dali Clover disse:continuam as más politicas de ordenamento fliorestal!

    ResponderEliminar
  6. Celeste Ferreira disse:Sim...devia ser obrigatório a limpeza das matas. Há lugares que ninguem sabe o que é de quem.Porem,quando chegam os incêndios os donos aparecem, esses mesmos donos deviam ser logo multados pelo mau trato que dão ás suas terras. Com a vinda do calor, é isto que acontece. já não posso ouvir o constante bradar, com as acusações de que é fogo posto. Será que ninguem se lembra dos animais que vivem naquelas matas, e que, com a aflição fogem em fogo , espalhando assim, as labaredas por varios sitios? Deviamos pensar nisso.

    ResponderEliminar
  7. Joac de Carvalho disse: obrigado lelo!

    ResponderEliminar
  8. Luís Afonso Guardado disse:Tanto incêndio,tanta desgraça.O abandono do Interior pelos sucessivos governos deste país resultam terras abandonadas ,matas por limpar .casas sem ninguém.e finalmente nisto.Carviçais, é hoje uma terra que vive do amor e saudade dos seus filhos que tiveram de a abandonar para ganhar a vida.

    ResponderEliminar
  9. Alda Nicolau disse:Carviçais, apesar de viver um pouco afastada,não sai do meu coração.Gosto da minha aldeia e, sempre que posso,aí me desloco para visitar os amigos e subir à Santa Bárbara,apreciando a paisagem envolvente.

    ResponderEliminar
  10. Teresa Rachado disse:Todos os anos é assim Infelizmente.

    ResponderEliminar
  11. Maria Da Conceição Serra disse: Grandes Bombeiros Portugueses, que estão dia e noite ao nosso serviço.Merecem todo o nosso respeito e reconhecimento!! Alguns não regressam a casa e..... nada se faz para evitar este tipo de fogos.Matas limpas e duros castigos para os incendiários!!!Parabéns Bombeiros de Portugal!!Obrigada pelo vosso esforço.

    ResponderEliminar
  12. Amiga Celeste Ferreira. Deixe que lhe diga: eu sou um dos tais proprietários que deviam ser multados porque tenho dois ou três pedaços de pinhal que nunca limpei. E também nunca consegui vender um pinheiro ou de qualquer modo fazer dali um tostão. Herdei-os e deles pago contribuição. Se os quiser eu dou-lhos. Só ponho uma condição: trazê-los limpos!
    Não sei se está ao par dos problemas do mundo rural, mas olhe que são muito sérios e difíceis de resolver. Sabe porquê? Porque o homem rural é a espécie mais ameaçada de extinção em Portugal! E ele é o único construtor de paisagens. E sabe porque está em extinção o homemrural? Porque deixaram de lhe comprar os produtods que cultiva! E hoje nas nossas aldeias só pode ser agricultor alguém que tenha um "emprego" em qualquer outra área... comercial, política ou social. De resto, morrerá de fome.
    Curioso: nem sequer nas direcções das associações de agricultores (e há várias, com nomes diversos, no meu concelho e nos outros, de certo também) vejo gente do campo, mas comercianmtes e políticos, pessoas que nunca pisaram o campo!
    Amiga: Sabe que as praças e ruas da nossa vila e das nossas aldeias são todas regadas com herbicida para que a erva não cresça? Sim: já nem sequer há por aqui gente para pisar a calçada e impedir que a erva cresça nas praças e nas ruas da nossa vila e das nossas aldeias! E se há esta preocupação dos poderes públicos em tratar dos jardins e das praças e ruas... porque não há-de haver igual preocupação na manutenção e ordenamento do mundo rural e na construção das paisagens... que tão apregoadas são como produto turístico?... Há muitos caminhos rurais que em cada ano deixam de ser transitáveis porque as giestas e as silvas deles tomam conta... Quem deve impedir que isso aconteça? Também serei eu e os outros que vamos dando vida ao mundo rural? J. Andrade

    ResponderEliminar