sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Rio Sabor - 20 de Setembro de 2012

Rio Sabor na Foz, 20/09/2012.
Fotografia enviada por João Luís Gomes Braga

6 comentários:

  1. Chega-te ao rêgo e verás!Rio do disSabor.Senhor Gomes Braga ,isto é mesmo verdade?
    Amadeu das bogas

    ResponderEliminar
  2. E a terra ressequida deixa nostálgica a rebofa de quando o rio era selvagem e bom, ao mesmo tempo dos peixes e dos homens! Ontem. tal como o tenho feito várias vezes ultimamente dou comigo a pensar:será que para o ano haverá "festival dos peixes e das migas" a contento de peixeiros e tasqueiros como o Adriano (ou será Armando ?), o Ti Carromão e seu vizinho de oficio na alameda que conduz à praia fuvial do Sabor? Que preocupações não terão os agricultores que naquelas leiras férteis na desembocadura do tùnel de acesso ao IP2 e a Moncorvo, tem cultivado mimos e vendido directamente a turistas e locais o que de melhor a terra dá (melão, tomate, abóbora, melancia, couve, feijão e outras horticulas?
    E, se o rego no alqueive terminal do Sabor nos deixa a alma e olhares estranhos,que pensarão os peixes que esperam funicular tecnológico para ascender acima do paredão da mini-barragem da Portela? Desconfio bem que os responsáveis não estarão a fazer o mesmo para que bogas, barbos possam com tão curtas barbatanas galgar paredão de cem metros de altura para poderem desobar pelas bandas de Silhades ou ouvirem as gralhas, melros, pombos e gralhas lá perto do Moinho das Gralhas por alturas da Póvoa e Cardanha. Outra preocupação em jeito de desabafo: os milhoes de milhões gastos com a Barragem não merecerá que se faça uma ou mais adutoras capazes de levarem água até às faldas da Trindade,capazes de auxiliar a barragem da Burga e as suas quatro irmãs que imploram ao Céu, por intermédio de S. Pedro, que interceda pelos agricultores da Vilariça,razão da sua existência.Regressado do Felgar por razões de força maior,dei-me conta que nas vizinhanças da Capela do Espírito Santo se ergue obra avantajada para servir de observatório e apoio de aves ou animais a precisarem de cuidados.Sendo a fauna como é , alguma em vias de extensão creio que não haveria necessidade de obra tamanha para o efeito que se pretende. Acresce dizer que,segundo populares, a obra está parada. Não há dinheiro ou os cálculos foram mal feitos. Os da EDP é que sabem é que mandam! Também me dizem que há avisos até dia 29 para uns locais para se cortarem as oliveiras se não não o podem fazer. Então não estiveram mais de quarenta anos à espera para se fazer a barragem e agora não dão mais dois meses para se apanhar a azeitona para o quisessem fazer. E porque hoje estamos em dia de Conselho de Estado, se não se importassem dava este conselho cortem as lenhas até poderem e não liguem a prazos de quem não tem sensibilidade para mais ou apenas querem que se gaste menos lenha de inverno ou nas candeias para haver mais lucros dos accionistas da EDP e chineses de Garganta Funda. Se eu fosse Presidente da Junta como o meu amigo António Manuel ou Presidente da Câmara Aires Ferreira era bem capaz de promover uma reunião no Cimo do lugar de Felgar e discutia essas coisas. Até digo mais: entrava em contacto com os presidentes de Junta do Larinho,de Ligares e de outras terras onde houvesse Lares de Idosos e propunha-lhe que arranjassem camionetas e motosserras e que levassem lenhas para aquecer os velhotes depositados nas suas instituições e assim confortá-los mais um pouco nos longos e enregelados dias de Inverno.Ainda faria mais e batia o pé.Enquanto não visse a água a inundar os terrenos que irão ficar submersos continuava a ir à lenha... E também exigia à Sacrassanta EDP, além de repôr a Capela do S. Lourenço com todas as honras devidas no Lugar da Roferta deveriam instalar lá instalações elèctricas. A distância e despesa não seria tanta assim qualquer quilómetro de postes desde o Espirito Santo chegariam! E, futuramente, quer à esquerda para a Gudina, para o Ribeiro da Sardinha e Ar da Casa os proprietários fariam ramificações que pudessem valorizar. Bom e por hoje chega de sermão aos peixes ou seus devoradores. Mas fico na minha! Tal como o Padre António Vieira desobedeceu a poderes mais fortes do que os da EDP!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Artur, tudo isso não seria necessário se houve-se gente de fibra como teve em Vila Nova de Foz Cõa.
      Essa barragem só foi avante poerque houve interesses lucrativos por tate de quem tinha terras e arvores no Val so Sabor, sem vizão de futuro. Serafim

      Eliminar
  3. Isto é o Rio Sabor em 20 de Setembro de 2012 ? Pobre rio ! Que tristeza !

    Júlia

    ResponderEliminar
  4. O reguinho está muito bem feito.Vamos plantar tomates (produto em vias de extinção)ao longo do rego. Água temos, só nos faltam os tomates. Ainda aparece alguém a fazer um mestrado: Do Fio elétrico ao fio de água.
    Man

    ResponderEliminar
  5. Não temos água nem tomates,mas temos sentido de humor (negro ...)

    ResponderEliminar