segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

NORDESTE TRANSMONTANO - EFEMÉRIDES (31/12)

31.12.1791 – Câmara de Moncorvo procede ao rateio pelas freguesias do concelho da verba de 20 mil réis com que o concelho deve contribuir para os ordenados das mestras fiadeiras de seda da fábrica de Chacim.
31.12.1789 – Extracto do Livro dos Acórdãos do Peredo dos Castelhanos:
- (…) Em casas de morada de Faustino ferreira, juiz da vara o dito ano que tem servido (…) estavam os homens do seu regimento e todos juntos para ir entregar a vara e mais nomear os homens do regimento que hão-de servir com o juiz da vara o ano futuro de 1790 com o juiz José Luís Tomás…
31.12.1830 – A câmara de Moncorvo, presidida por Francisco António Soares Borges, “visto o requerimento dos moradores do Larinho, concedem que estes agricultem ou fabriquem terrenos que já em tempo agricultaram para a construção da igreja, altares do dito lugar somente pelo espaço de 6 anos a fim de, com o seu produto, concertar a mesma igreja e muni-la de paramentos precisos à mesma igreja, pagando contudo ao concelho a renda costumada em cada um ano e findos os ditos 6 anos será semeado o dito terreno de pinhais”.

Asilo Francisco António Meireles
31.12.1853 – Decreto de criação do concelho de Macedo de Cavaleiros e supressão dos de Outeiro, Algoso, Santalha e Chacim, em terras do Nordeste Trasmontano.
31.12.1876 – Notícia de que em Algosinho, Mogadouro “achou-se enterrado um bezerro de granito que teria quasi um metro de comprimento e meio de altura (…) partiram-no em pedaços.
31.12.1891 – Nota da Caderneta de lembranças: - é que puzerão as arvores de roda da praça.

31.12.1893 – Notícia da fundação de um Velo-Club em Moncorvo, havendo já 14 associados.
31.12.1908 – Aprovação dos Estatutos do Asilo Francisco António Meireles, de Torre de Moncorvo.
31.12.1947 – Instalação de um aparelho de Raios X no hospital D. Amélia, pertencente à Misericórdia de Torre de Moncorvo.
António Júlio Andrade

2 comentários:

  1. 31.12.1876 – Notícia de que em Algosinho, Mogadouro "achou-se enterrado um bezerro de granito que teria quasi um metro de comprimento e meio de altura (…)" partiram-no em pedaços.

    Isto é de partir a alma e o coração!

    Lelo e Blogueiros:
    BOM ANO COM SAÚDE E PAZ PARA TODOS.
    (... que seja também melhor do que o anunciado).

    E ficai com o meu 1º abraço de 2012
    Júlia

    ResponderEliminar
  2. António Joaquim Oliveira escreveu: Noticia do antigamente mas com bastante actualidade. Afinal a reorganização do território não é assim tão absurda!

    ResponderEliminar